JPMotos
Campeonato Paulista: Palmeiras passeia, faz 3 de novo e é 1º semifinalista
8 de abril de 2017 às 11:36

Palmeiras não teve dificuldades para vencer o Novorizontino e garantir sua vaga na semifinal do Campeonato Paulista. Jogando em ritmo de treino, o Verdão triunfou por 3 a 0, com gols de Willian, Miguel Borja e Dudu, e foi muito superior durante toda a partida. Fernando Prass não defendeu nenhum lance de perigo nos 90 minutos.

Mesmo podendo perder por até um gol de diferença, o Palmeiras começou o jogo pressionando o Novorizontino. Sem criar tantas oportu.

Já no segundo tempo, o Palmeiras administrou o resultado e conseguiu ampliar com Miguel Borja. Única dúvida de Eduardo Baptista para definir a escalação do Palmeiras para a decisão, Alejandro Guerra participou bem das ações ofensivas do Verdão, e deu assistência para seu companheiro no Atlético Nacional-COL fechar o mercador.

O Alviverde agora volta suas atenções para seu principal objetivo na temporada. Nesta quarta-feira, a equipe recebe o Peñarol, em sua volta ao Palestra Itália, às 21h45 (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

O JOGO

Apesar da vantagem de poder até mesmo perder pelo placar mínimo e ainda se classificar, o Palmeiras não quis saber de se defender e começou o jogo tentando pressionar o adversário. Com dez minutos, Borja já arriscou a primeira finalização em chute de fora da área, que teve defesa fácil de Michael.

Também de longe, o Novorizontino respondeu sete minutos depois, quando Moacir avançou pela direita e tocou para Everaldo. O atacante rolou para Fernando Gabriel, que chegou batendo firme, mas a bola foi por cima do travessão de Fernando Prass.

A primeira grande chance do Verdão, porém, veio apenas aos 23 minutos. Borja dominou no meio-campo e deu linda enfiada para Fabiano, que recebeu o passe por trás da defesa adversária. Na linha de fundo, o lateral cruzou bem para Willian, que chegou sozinho na marca do pênalti, mas mandou por cima.

Aos 32, porém, o camisa 29 se redimiu e converteu mais uma oportunidade clara que teve. Tchê Tchê ajeitou de fora da área e chutou com a canhota A bola não tinha a direção do gol, mas no meio do caminho, Willian dominou e, da meia-lua, bateu com a direita, no canto, para abrir o placar.

Palmeiras administra o placar e amplia com Miguel Borja

O Bigode estava inspirado no Pacaembu e começou a segunda etapa ainda mais ligado. Com 10 minutos, o atacante recebeu na direita, deu um chapéu em João Lucas e bateu de primeira, com a canhota. Seria um golaço do palmeirense, mas a bola foi longe do gol.

Logo em seguida, Doriva tentou responder e arriscou de fora da área, mas Prass seguiu sem sujar o uniforme. Pouco depois, Tchê Tchê foi quem bateu de longe, mas ao contrário do adversário, exigiu boa defesa de Michael.

Em novo lampejo de Willian, o Palmeiras ficou muito perto de ampliar aos 14 minutos. O camisa 29 fez o pivô pela direita e tocou no meio para Guerra, que devolveu. Bigode avançou e cruzou para Borja, que deixou passar. A bola ficou com Dudu, que ajeitou e bateu mal, desperdiçando chance clara.

O elenco palmeirense mostrou sua força aos 23. Willian, que era o melhor em campo, foi substituído por Michel Bastos. O meia entrou e, em seu primeiro lance, deu belo passe para Guerra, que rolou para Borja chegar batendo e estufar as redes de pé esquerdo.

Com 2 a 0 no placar, o Palmeiras começou a jogar ainda mais tranquilo, enquanto o Novorizontino se lançava todo ao ataque. Com 26 jogados, o Verdão quase fez o terceiro, novamente com Miguel Borja. Michel Bastos avançou pela direita, passou por três defensores e rolou para o colombiano, que deu o carrinho, mas não alcançou a bola.

Terra

220 total views, 1 views today

ComentáriosComentários