JPMotos
Inédito: Fortaleza empata e título da Série C fica com o CSA
23 de outubro de 2017 às 13:17

Depois de perder para o CSA há uma semana por 2 a 1 na Arena Castelão, o Fortaleza entrou em campo neste sábado (21), com a missão de vencer por dois gols de diferença para conquistar o título da Série C do Campeonato Brasileiro. O Leão pressionou, teve boas chances, mas não saiu do empate sem gols com o Azulão jogando no estádio Rei Pelé, em Maceió. É o primeiro título nacional do futebol alagoano.

Em busca do título nacional, o Fortaleza começou o jogo pressionando o CSA. Mesmo com menos torcida presente no estádio Rei Pelé em relação ao adversário, o Leão mostrou grande ímpeto ofensivo e criou boas chances de gols durante a primeira etapa.

Uma das referências da equipe comandada pelo treinador Antônio Carlos Zago, o atacante Leandro Lima começou a partida pelo lado direito e causou problemas aos zagueiros do Azulão. Com mobilidade, o atleta conseguiu deixar os companheiros livres. A primeira chance aconteceu aos 14 minutos, quando Leandro Cearense recebeu de Leandro Lima na área, chutou cruzado, mas o goleiro Mota espalmou. Na sobra, a defesa alagoana afastou o perigo antes da chegada de Hiago, que aparecia para fazer o gol do Tricolor do Pici.

Aos 19, foi a vez de Ronny fazer o goleiro do CSA trabalhar. Em mais uma arrancada de Leandro Lima, o meia recebeu passe, chutou forte e Mota espalma. Leandro Cearense pega o rebote, toca para Hiago, mas o centroavante não acredita e não prossegue a jogada.

Boeck salva o Leão da derrota

Insatisfeito com o desempenho do ataque do CSA, o técnico Flávio Araújo colocou Maxwell, o “samurai da Barra”, para dar mais movimentação ao Azulão. À medida que o tempo passava, mais o Fortaleza se lançava todo ao ataque e com isso, os espaços começaram a aparecer.

Boeck, grande nome do Leão do Pici  na temporada, fez dois milagres. O primeiro  aconteceu aos 30, quando Marcos Antônio cruza para a área, Leandro Souza cabeceia e Boeck consegue a defesa com a ponta dos dedos. Na sequência, a bola bate na trave. Três minutos depois, Rafinha arrisca de muito longe, Boeck espalma e evita o gol do Azulão.

Título inédito

A equipe do CSA chega ao seu primeiro título no Campeonato Brasileiro. O time bateu na trave em quatro ocasiões. Na Série B, foi vice-campeão por três vezes: 1980, 1982 e 1983. No ano passado, pela Série D, a história se repetiu após final contra o Volta Redonda-RJ.

Fonte: Diário do Nordeste

56 total views, 1 views today

ComentáriosComentários