JPMotos
Na bronca: Alvo de objetos da torcida, Neymar reclama de árbitro após expulsão
23 de outubro de 2017 às 13:27

Neymar Jr não saiu satisfeito com a arbitragem neste domingo, após o clássico entre Olympique de Marselha e Paris Saint-Germain, que terminou em 2 a 2, válido pela décima rodada do Campeonato Francês. Em entrevista aos jornalistas ainda no Vélodrome, o craque brasileiro, autor de um dos gols da partida, comentou sobre a recepção hostil da torcida rival, que atirou uma série de objetos no camisa 10 parisiense, e também sobre sua expulsão.

Depois de uma jogada de efeito no final do jogo, Neymar foi parado por um de seus adverários, no entanto, se levantou e prosseguiu, embora o árbitro já havia marcado falta. Na continuação do lance, o camisa 10 do PSG novamente foi derrubado e não aceitou muito bem o contato recebido, descontando com uma cabeçada, que foi valorizada pelo argentino Lucas Ocampos.

“Foi um lance que eu sofri a falta, tentei continuar com a bola e tomei um golpe por trás. Fiquei revoltado por ter levado um golpe por trás, por isso que acabei tirando satisfação. ‘Tá doido? Por trás ainda? O jogo parado’. Aí o cara valorizou e eu fiz tudo o que o árbitro queria, que era me expulsar e aparecer um pouco mais que os jogadores”, afirmou.Pouco antes, ao se dirigir para cobrar escanteio, Neymar sofreu com a proximidade dos torcedores ao campo. O brasileiro sequer efetuou a cobrança, uma vez que objetos, alimentos e até mesmo uma camisa foram atiradas no gramado.

“Jogaram de tudo. Jogaram o lanche completo, baguete, suco de laranja, coca-cola. Acho que não faz parte do futebol, mas não sei, se a federação entende que isso é futebol, está errado”, completou Neymar.

 

gazetaesportiva

 

93 total views, 1 views today

ComentáriosComentários