JPMotos
Paraibano 2017: a três rodadas do final da 1ª fase, veja as situações dos clubes
30 de março de 2017 às 10:57

A primeira fase do Campeonato Paraibano está chegando ao fim. Faltam apenas três rodadas para a confirmação dos quatro clubes classificados às semifinais e os dois rebaixados para a 2ª divisão de 2018. Com nove pontos em disputa, apenas Belo e Raposa já estão classificados e agora brigam apenas pela primeira colocação. Abaixo da dupla finalista de 2016, os “reles mortais” vivem realidades bem distintas.

Quem mais se aproxima do Campinense é o seu principal rival. O Treze é terceiro colocado, com 22 pontos, e precisaria vencer todos os jogos restantes, além de torcer por três tropeços da Raposa, para superá-la. A missão é bem complicada, de forma que o Galo da Borborema deve mesmo é brigar pelo terceiro posto. Nas próximas rodadas, o Alvinegro de Campina Grande encara o Serrano-PB, o Auto Esporte e o Botafogo.

A briga pela quarta posição esquentou após a 15ª rodada da competição. O Atlético-PB venceu o CSP e voltou ao G-4. O Trovão Azul vai ter o confronto direto contra o Auto Esporte, quinto colocado, para se manter entre os quatro melhores. Este jogo é decisivo para as pretensões atleticanas e automobilistas. E quem pode se beneficiar nesta disputa é o Serrano-PB, do técnico Luciano Silva. O Lobo da Serra, que está na sexta colocação, possui 18 pontos, um a menos que o Auto Esporte e três a menos que o Atlético. Os próximos jogos do Alviverde serão contra o Treze, o Sousa e o próprio Trovão Azul, sendo todas as partidas em Campina Grande.

Do inferno ao céu, a situação do Sousa é a mais curiosa nesta reta final. O investimento pesado para a temporada foi por água abaixo e o Dinossauro passou toda a primeira fase brigando para não ser rebaixado. Contudo, após duas mudanças no comando técnico, a chegada de Índio Ferreira parece ter acalmado o grupo, que venceu o Auto Esporte na última rodada, deixou o Z-2 e até mesmo a oitava posição para trás.

Agora em sétimo, o Sousa pode até se classificar para as semifinais em caso de três vitórias e de tropeços de Atlético, Auto Esporte e Serrano. Contudo, o fantasma do rebaixamento ainda vem à tona. A equipe sertaneja tem 17 pontos e encara nas rodadas decisivas o Internacional-PB e Serrano-PB fora de casa e encerra o Paraibano contra o CSP no Perpetão, naquilo que pode ser um confronto direto contra o rebaixamento.

Além do Sousa, a batalha acirrada para fugir do rebaixamento envolve Internacional, CSP e Paraíba. O Colorado fez um grande primeiro turno, mas o desmanche no elenco resultou na saída de peças importantes, sendo a última dela o goleiro Adson, um dos destaques do Paraibano.

Campeão da segunda divisão em 2016, o Internacional precisa de três vitórias para se livrar sem depender de ninguém. Mas a depender de eventuais tropeços dos rivais que vêm abaixo ele pode se livrar com bem menos que isto.

A tarefa não vai ser fácil. O Colorado terá pela frente o Sousa e ainda duelos dificílimos contra Atlético-PB e Auto Esporte.

Mas, difícil mesmo anda a vida de CSP e Paraíba. Os dois últimos colocados se enfrentam já na próxima rodada, no Estádio Tomazão. e o Tricolor, em caso de derrota, pode se tornar o primeiro rebaixado matematicamente. Para piorar, vai ter pela frente nas próximas rodadas Botafogo-PB e Campinense. Vale ressaltar que o clube só venceu uma única vez na temporada, justamente contra o CSP, na sétima rodada.

Muita coisa ainda pode mudar na reta final da primeira fase do Campeonato Paraibano. Enquanto isso, Botafogo e Campinense observam ao longe as demais equipes definirem as suas vidas, para o bem e para o mal. A décima sexta rodada do estadual acontece apenas no meio da próxima semana. Até lá, os clubes vão ter uma semana e meia de preparação.

Globo Esporte PB

284 total views, 2 views today

ComentáriosComentários