JPMotos
Torcedor do Corinthians suspeito de matar palmeirense é indiciado por homicídio
13 de julho de 2017 às 16:24

Torcedor corintiano Anderson Andrade, suspeito de matar a facadas o torcedor do Palmeiras Leandro Zanho na madrugada desta quinta-feira (13), foi indiciado por homicídio doloso qualificado (com intenção de matar) e lesão corporal, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública.

Anderson é mecânico e tem 24 anos. Ele está detido no 91º DP, na região do Ceagesp, que investiga o caso. Ele foi reconhecido pelos palmeirenses que acompanhavam a vítima como o autor dos golpes de faca, informou o SP1.

A briga ocorreu pouco após o clássico paulista disputado na Arena Palmeiras, na Zona Oeste de São Paulo. Leandro Zanho passava por uma avenida na região central de São Paulo rumo a Santo André, onde morava, quando passou em frente a um grupo de corintianos que estavam em uma borracharia e começaram a provocações. Zanho desceu do carro para tomar satisfações e foi esfaqueado.

Ele chegou a passar por uma cirurgia na madrugada desta quinta na Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo o hospital, “o paciente foi atendido no pronto-socorro, vítima de ferimentos por arma branca. Deu entrada em estado grave, com instabilidade hemodinâmica, necessitando intervenção cirúrgica. Após atendimento de emergência foi levado ao centro cirúrgico. O paciente seguiu instável e veio a óbito nesta manhã. “

Anderson e outro suspeito foram presos na borracharia. A polícia apreendeu um facão e uma barra de ferro com os dois. O G1 não conseguiu localizar advogado de defesa de Anderson Andrade.

Leandro Zanho deixa três filhos.

Brigas

Os casos de agressões em dias de clássicos são recorrentes e brigas costumam ser marcadas pela internet. Em abril de 2016, uma pessoa morreu baleada durante confronto entre torcidas organizadas do Palmeiras e do Corinthians, em frente à estação de trem de São Miguel Paulista, na Zona Leste de São Paulo. Segundo a polícia, a vítima não participava da briga. A bala atingiu o coração do homem, que morreu no local.

No dia seguinte, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo anunciou que os clássicos entre Santos, Palmeiras, São Paulo e Corinthians no estado de São Paulo passariam a ter torcida única dentro dos estádios. A medida foi pedida pelo Ministério Público à Federação Paulista de Futebol e apoiada pela Secretaria da Segurança Pública, responsável pelo trabalho da Polícia Militar.

82 total views, 1 views today

ComentáriosComentários