JPMotos
Charlinho do Lixão vai ser indiciado pela morte do bebê Arthur
2 de agosto de 2017 às 06:06

A polícia vai indiciar o traficante Charles Jackson Neres Batista, conhecido como Charlinho do Lixão, pela morte do bebê Arthur Comes de Melo, atingido por um tiro quando ainda estava na barriga de sua mãe.

De acordo com o delegado Aroldo Luiz de Carvalho, a polícia não tem dúvidas de que o chefe do tráfico de drogas da Favela do Lixão “ordenou, estava presente ou teve responsabilidade e conhecimento dos disparos”.

A polícia também trabalha para identificar os autores dos disparos, inclusive o que atingiu a mãe.

“Sua culpabilidade (do Charlinho) é alta porque ele é o chefe da quadrilha e nada é feito na favela sem o seu conhecimento. E não é só atrás dele que nós estamos. A polícia quer comprovar quem foi o integrante da quadrilha que fez o disparo (que atingiu Claudineia)”, afirmou o delegado, para quem o indiciamento de Charlinho tem fundamento no artigo 29 da Lei 7.200, de 11/7/1984 (Código Penal) pelo qual “quem, de qualquer modo concorre para o crime incide nas penas a este cominadas, na medida de sua culpabilidade”.

Segundo informações do Extra, Claudineia dos Santos Melo, de 29 anos, mãe de Arthur, foi atingida ao voltar de um mercado local, após ter feito compras com o marido, no começo de julho.O tiro perfurou a região da bacia e atravessou o corpo do bebê, na altura dos pulmões. Arthur morreu após 30 dias internado.

Noticias ao Minuto

172 total views, 3 views today

ComentáriosComentários