JPMotos
Após assassinato de presos em Cadeia Pública, Presídio Feminino também registra motim nesta quinta-feira
11 de agosto de 2017 às 12:14

As detentas queimaram colchões e depredaram as celas, mas foram contidas rapidamente

Presídio feminino motim 2

Algumas presas foram expulsas das celas por outras e ameaçadas, tendo que ser transferidas 

Duas internas do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, situado no Município de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, ficaram feridas em conseqüência de uma rebelião ocorrida no fim da manhã desta quinta-feira (10). O motim ocorreu  horas após a morte de três detentos em outra unidade do Sistema Penitenciário do Ceará, a Cadeia Pública do Município de São Gonçalo do Amarante, também na RMF (a 55Km da Capital).

Segundo a Secretaria da Justiça e da Cidadania do estado do Ceará (Sejus), responsável pela administração do Sistema Penitenciário cearense, o incidente do “Auri Moura Costa” teve início quando duas detentas entraram em discussão e iniciaram uma briga. As duas são abrigadas em Vivências distintas, mas acabaram se encontrando no pátio.

Feridas

Logo, a confusão se espalhou pela cadeia inteira. As presas queimaram colchões e tentaram danificar as celas e invadir outras dependências da unidade, mas foram contidas por agentes prisionais e policiais militares de plantão. Também como reforço foi acionado o Grupo de Apoio Penitenciário (GAP).   Pelo menos, duas internas precisaram de socorro médico. Elas foram levadas para o ambulatório do próprio presídio onde foram medicadas e recolhidas às celas.

Este foi o quinto incidente em  unidades do Sistema Penitenciário do Ceará nesta semana eo segundo somente nesta quinta-feira. Veja o resumo dos fatos:

1 (Terça-feira/ 8 de agosto ) – Na madrugada, bandidos tentaram resgatar presos na Penitenciária de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza. Houve intenso tiroteio entre os criminosos, agentes penitenciários e policiais militares. Dois detentos ficaram feridos. As autoridades informaram que não houve fugas.

2 (Terça-feira/8 de agosto ) – Detentos se rebelam na Penitenciária Industrial Regional do Cariri (Pirc), na cidade de Juazeiro do Norte.  Há registros de tiros em várias galerias. Vários presos ficaram feridos, mas não foram registradas fugas.

3 (quarta-feira/9 de agosto) – Motim de presos na Cadeia Pública da cidade de Aracati, no Litoral Leste do Estado, sendo necessária a transferência de vários detentos que estariam ameaçados de morte por conta da rivalidade entre facções criminosas (GDE e Comando Vermelho).

4 (quinta-feira/10 de agosto) – Briga entre detentos de facções rivais na Cadeia Pública de São Gonçalo do Amarante, deixa um saldo de três mortos e um ferido.

5 (quinta-feira/10 de agosto) – Internas do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (Presídio Feminino, em Aquiraz, na RMF,) entraram em confronto e iniciaram um motim, que logo foi controlado pelas autoridades. Elas queimaram colchões e praticaram depredações ao patrimônio  público. Duas mulheres ficaram feridas no incidente.

LEIA NOTA DA SEJUS SOBRE O INCIDENTE NO PRESÍDIO FEMININO:

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado informa que agentes plantonistas, agentes penitenciários do Grupo de Ações Penitenciárias (GAP) e policiais militares controlaram rapidamente um princípio de motim ocorrido na manhã desta quinta (10), no Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa. O episódio teve início com conflito entre internas de duas vivências. Duas internas ficaram feridas, mas receberam atendimento médico na própria unidade.

Com Parceria Fernando Ribeiro

201 total views, 1 views today

ComentáriosComentários