JPMotos
Assassinato de cigano foi o terceiro homicídio num intervalo de quatro dias em Mauriti
24 de maio de 2017 às 11:50

Mais um homicídio foi registrado em Mauriti se constituindo no terceiro do mês de maio num curto intervalo de quatro dias e o sétimo de 2017 no município, onde 11 pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. Por volta das 18h30min, na Rua 7 (Bairro Bela Vista), o cigano Geneci Soares, de 53 anos, foi morto com dois tiros em frente à sua casa por dois homens que fugiram numa motocicleta.

Segundo a polícia, o mesmo não tinha passagens em Mauriti e morreu no local onde foi baleado sem tempo para socorrido médico-hospitalar. Na Comarca de Miranorte (TO) o mesmo respondia uma Ação Penal protocolada em maio de 2009. Já em seu favor, tramitou a partir de fevereiro de 2010 na Comarca de Mauriti, um Ação Cível de reparação de danos contra Elias dos Santos Moreira com baixa definitiva no ano seguinte.

OUTROS – Na tarde do último sábado, no bairro Serrinha, o ex-presidiário Francisco Jacinto do Nascimento, de 45 anos, o “Quebra Coco”, foi morto a facadas por Iago Dias da Silva, de 19 anos, que terminou preso e alegou “rixas antigas” entre os dois os quais tinham várias passagens pela polícia. Na tarde de segunda-feira João Furtado da Silva, de 31 anos, o “João Pescocinho” foi morto a tiros dentro de seu Fiat na Vila de Fátima. Ele respondia por assaltos, porte de arma de fogo, furto, receptação, lesão corporal, tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

670 total views, 1 views today

ComentáriosComentários