JPMotos
Assassinatos misteriosos e cruéis não param na Grande Fortaleza e Homicidômetro dispara para 4.661 mortos
30 de novembro de 2017 às 05:10

O cadáver de uma mulher com aparência masculina, crivado de balas, foi achado hoje em Caucaia

Itaperi - hoje

Bairro Itaperi, Fortaleza, corpo de uma mulher, com marcas de tiros, foi encontrado também hoje

Barra do Ceará - Leste Oeste

Avenida Leste-Oeste, Barra do Ceará: motoqueiro morto a tiros na Ponte do Rio Ceará

Parque São gerardo - Caucaia

Corpo do adolescente de 13 anos, morto a tiros e “desovado” no Parque São Gerardo, Caucaia

Pacajus - Banguê 2

José Diene Kennedy, executado sumariamente a tiros, no bairro Banguê Um, Pacajus

A rotina de localização de corpos de pessoas assassinadas em circunstâncias brutais e misteriosas continua na Grande Fortaleza, mobilizando diariamente policiais civis e militares, peritos criminais e curiosos para locais ermos ou de difícil acesso onde as vítimas são executadas sumariamente, muitas vezes, após serem seqüestradas em suas próprias casas. Assim, o número de assassinatos no Ceará vai aumentando e nesta quarta-feira (29), o Homicidômetro (contador de homicídios no Ceará em 2017) já registra 4.661 mortos.

No começo da manhã desta quarta-feira (29), mais um caso misterioso e cruel foi registrado pelas autoridades policiais. O corpo de uma mulher foi encontrado com múltiplos sinais de violência no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foram acionadas pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) para se deslocarem até a BR-020, nas proximidades de uma pista de corridas de cavalos, no bairro Tabapuá.  Ali estava o corpo de uma mulher, com aparência masculina.

O cadáver estava com pés e mãos amarrados, além de várias marcas de tiros pelas costas, o que caracteriza mais uma execução sumária. A vítima não portava documentos e, assim, não pode ser identificada. Os peritos da Pefoce e os inspetores da DHPP fizeram fotografias e filmagens da cena do crime, ouviram moradores próximos, mas não conseguiram identificar a mulher assassinada.

Outros crimes

Também nesta quarta-feira (29), a Polícia foi mobilizada para um assassinato no bairro Itaperi, onde o corpo de uma mulher, com marcas de tiros, foi encontrado, no começo da manhã. O cadáver estava em um terreno baldio, debaixo de uma árvore. A vítima não foi identificada e o corpo removido para a sede da Pefoce.

Já no começo da noite de terça-feira (28), policiais militares foram acionados para o bairro Banguê 1, na periferia da cidade de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 49Km de Fortaleza), onde acabou sendo registrado mais um caso de homicídio. Um homem identificado como José Diene Kennedy da Silva, 41 anos, foi morto a tiros na Rua Francisco Fonseca da Silva.

Também na RMF, um corpo com marcas de tiros foi encontrado, na tarde de ontem, no Parque São Gerardo, em Caucaia. A vítima foi identificada como Elizeu Martins Moura, um adolescente de apenas 13 anos, que estava desaparecido desde o fim de semana.  O cadáver foi deixado pelos assassinos por trás de uma vacaria. O caso ainda é misterioso.

Em Limoeiro do Norte, no Vale do Jaguaribe (a 203Km de Fortaleza), bandidos armados invadiram uma casa na comunidade Maria Dias, na zona rural, e assassinaram, a tiros, o comerciante Francisco José Moura Costa, 41 anos, conhecido como “Catatau”.

Em Fortaleza, foram registrados, ao menos, quatro homicídios nesta terça-feira, nos bairros Bom Jardim (2 casos), Barra do Ceará e Conjunto Esperança.

263 total views, 1 views today

ComentáriosComentários