JPMotos
Correios de Granjeiro e um bar em Lavras da Mangabeira foram arrombados
16 de maio de 2018 às 12:00
112
Visualizações

A agência dos Correios de Granjeiro, um bar em Lavras da Mangabeira e uma residência em Campos Sales foram arrombados nesta segunda-feira na região do Cariri. Ontem cedo o gerente dos Correios de Granjeiro, Cléber de Pinhos Mendes, comunicou aos policiais militares do destacamento daquela cidade sobre o arrombamento no prédio do órgão. A patrulha esteve no local e se deparou com um buraco aberto na parede que fica por trás do equipamento público.

O gerente ficou de repassar as imagens das cinco câmeras de segurança e o valor do montante furtado em dinheiro para a Polícia Federal de Juazeiro a quem caberá investigar o arrombamento. Já no final da tarde desta segunda-feira o comerciante Geraldo Correia Lima, de 64 anos, informou a polícia de Lavras da Mangabeira ter se deparado com um arrombamento na porta dos fundos quando chegou para trabalhar em seu bar.

Ele disse que tinha ido fazer umas compras no centro e, ao chegar, percebeu o arrombamento e a falta de um celular, um cordão de prata, duas grades de cervejas, um litro de Ypioca, um aparelho DVD. Moedas e a destruição de uma máquina de música. Antes, por volta do meio dia, Cristina Filismina Feitosa chegou à sua residência na Rua Alexandre Torres (Bairro Alto Alegre) em Campos Sales e notou a janela arrombada, bem como a falta de um botijão de gás, uma cadeira, uma mesa, bebidas e redes.

Outro furto a uma residência já tinha ocorrido no final de semana em Barbalha, onde Cecilia Souza Paiva, de 33 anos, chegou em sua casa na Rua P18 do bairro Santa Terezinha e sentiu a falta de uma TV de 29 polegadas, um micro-ondas, um botijão de gás e um perfume importado. Em contrapartida, na madrugada de sábado na Rua Delmiro Gouveia (Santa Tereza) em Juazeiro a polícia prendeu João Felipe Sousa, de 20 anos, após este furtar duas cadeiras de escritório de um estabelecimento na Rua Noêmia Cruz Landim daquele bairro.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários