JPMotos
Detento que usava tornozeleira foi morto a tiros na cabeça agora há pouco em Crato
30 de agosto de 2018 às 06:00
33
Visualizações

Quatro dias depois e um novo homicídio foi registrado no município de Crato. Por volta das 16 horas, na Rua São José (Bairro Seminário), um detento que usava tornozeleira eletrônica foi executado com cinco tiros, sendo a maioria na cabeça causando sua morte no meio da via pública. Josafá Ferreira Macedo Sobrinho, de 36 anos, residia na Rua Manoel Macedo naquele bairro, e foi assassinado por dois homens que dele se aproximaram numa moto Honda Bros.

A vítima tinha várias passagens pela polícia e respondia cerca de 20 procedimentos. Dentre estes, dois por crimes de homicídios, mais dois por assaltos, outros dois por formação de quadrilha, além de crimes de lesão corporal, ameaça, atos obscenos em via pública, falisdade ideológica, desacato, resistência à prisão, porte de arma de fogo e tráfico de drogas.

Este foi o quarto homicídio do mês de agosto em Crato e o 29º do ano no município ou 47,5% em relação aos 61 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido sábado (25) quando o agente de endemias da SUCAM, Gilberto Alves Tavares, de 45 anos, o “Betim da Sucam”, foi morto a tiros na Rua 7 de setembro no bairro Pinto Madeira. Ele morava na Rua José Marrocos naquele bairro e era usuário de drogas.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários