JPMotos
Dois atentados à faca e facão em Crato e seis agressões à mulheres em Várzea Alegre e Juazeiro
7 de novembro de 2017 às 09:00

O plantão policial do final de semana registrou duas tentativas de homicídios à faca e facão em Crato, bem como seis casos de violência doméstica, sendo um em Várzea Alegre e cinco somente em Juazeiro. Além disso, quatro homicídios foram registrados tendo como vítimas Maria Zilda da Silva, de 43, e seu irmão Francisco Nilton da Silva, de 35 anos, sábado em Juazeiro; Afonso José de Oliveira Filho, de 40, e Cícero José da Silva, de 66 anos, no domingo, respectivamente em Juazeiro e Nova Olinda.

Por volta das 09h30min de sábado, em Várzea Alegre, uma mulher denunciou que o seu ex-companheiro Vandeilson Silva Lopes, de 27 anos, teria lhe ameaçado de morte e agredido por causa da separação e ele terminou preso. Já na madrugada deste domingo, na Avenida Plácido Castelo (Lagoa Seca) em Juazeiro, Breno Vieira, de 19 anos, foi preso agredindo sua companheira Maria Eduarda da mesma idade.

No mesmo horário, a polícia de Crato esteve no Hospital São Camilo onde Luis Leite Neto, de 26 anos, residente na Travessa Mauriti, foi lesionado com um golpe de facão na cabeça por uma pessoa apelidada por “Marquim do Lixo”, que fugiu. Já às 10 horas, na Rua Monsenhor Esmeraldo no centro de Crato, Gilmar Joaquim da Luz foi lesionado com uma facada por um desconhecido e socorrido pelo SAMU ao Hospital São Camilo.

No final da manhã deste domingo, na Rua do Mosteiro (Betolândia) em Juazeiro, Alexsandro Rodrigues, de 30 anos, lesionou a golpes de faca nas mãos, rosto e pescoço sua companheira Ranielly Alves, da mesma idade. Ela foi socorrida à UPA Limoeiro e ele preso. No começo da tarde, na Rua Pio Norões (João Cabral), Robério Oliveira, de 32 anos, estava embriagado e causava desordens agredindo sua avó Clara Oliveira, de 82, e seu irmão Roberlanio, de 26 anos. Ele quebrou objetos do lar e foi preso até porque tinha um mandado em aberto expedido em março de 2016.

Por volta das 14 horas, na Rua Pedro Henrique de Sousa (Leandro Bezerra), Raimundo Ferreira, de 47 anos, agrediu sua companheira Maria Pereira, de 42 anos, a socos e pontapés quando fugiu numa carroça, mas terminou preso. Duas horas e meia depois, na Rua Severina Lindalva Soares (Horto), a jovem Ana Silva, de 29 anos, foi socorrida para a UPA Limoeiro após ser agredida a socos e pontapés por seu companheiro Francisco Sousa Silva, de 28 anos, que terminou preso.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

69 total views, 1 views today

ComentáriosComentários