JPMotos
Duas tentativas de homicídios à bala e faca em Juazeiro na noite desta segunda-feira
31 de outubro de 2018 às 06:14
23
Visualizações

Num curto intervalo de meia hora duas tentativas de homicídios foram registradas na noite desta segunda-feira em Juazeiro. As vítimas tem várias passagens pela polícia, foram socorridas e nenhum dos acusados foi preso. Por volta das 21 horas, na Rua Rui Barbosa (Limoeiro), Gilvanio Leonardo de Lima, de 34, o “Gil Olho de Gato”, foi lesionado a tiros. Meia hora depois, no cruzamento das ruas Pio Norões e Senhor do Bonfim (João Cabral), Cícero Nonato da Silva Santos, de 40 anos, foi esfaqueado.

No dia 1º de agosto de 2010, na Rua Rui Barbosa (Timbaúbas), Gil agrediu sua mãe, Ester Leonarda, então com 62 anos, levando um botijão de gás e mais R$ 84,00 em dinheiro. Logo depois, vendeu o botijão à Jane Cleide Barbosa da Silva, de 18 anos, residente no Bairro Timbaúbas. A polícia prendeu o acusado e a receptadora respondeu um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

Já no dia 16 de outubro de 2012, no cruzamento da Rua Rui Barbosa com a Avenida José Bezerra (Limoeiro), Nangelo Costa de Almeida, de 34 anos, foi lesionado a pauladas na cabeça por Gil, que pretendia roubá-lo. A vítima teve sua orelha cortada e mostrada pelo acusado às pessoas que estavam perto. Nangelo foi socorrido ao Hospital Regional do Cariri a fim de ser submetido a uma cirurgia e o acusado terminou preso.

Enquanto isso, na noite do dia 28 de agosto do ano passado, uma garota de 25 anos, residente no centro de Barbalha, acionou a polícia informando sobre o furto do seu aparelho celular. Uma patrulha da PM diligenciou e prendeu “Gil” na Rua Ione Rodrigues quando seguia com o aparelho na direção da Feirinha da Troca, a fim de vendê-lo.

Por outro lado, uma das prisões de Cícero Nonato aconteceu no dia 16 de setembro de 2012 no Bar das Loiras na Rua São Paulo (Santa Tereza) com uma arma de fogo. Já no dia 7 de dezembro do ano passado foi detido por populares na Agrovila do Distrito de Quitaiús e entregue à polícia de Lavras da Mangabeira. Ele tinha acabado de matar a pauladas Carlos Alexandre Barbosa, de 38 anos, juntamente com Weskley de Oliveira Leite, 44 anos, também residente em Juazeiro.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários