JPMotos
Ex-presidiário foi morto a tiros na presença do filho de seis anos em Farias Brito
9 de novembro de 2017 às 11:01

Pouco mais de um mês depois um novo homicídio foi registrado no município de Farias Brito na região do Cariri. Por volta das 17 horas desta quarta-feira o detento, Cícero Marcones Feitosa, de 51 anos, que cumpria pena no regime semi aberto foi morto com cinco tiros no peito e na cabeça na porta de sua casa no Sítio Riacho Verde. O crime foi praticado por dois homens que fugiram numa moto Honda Bros de cor vermelha e presenciado pelo filho da vítima de apenas 6 anos de idade.

A polícia foi avisada e uma patrulha comandada pelo Subtenente Simplício esteve no local, onde soube que Marcones possuía inúmeras amizades e chegou a responder até por crimes em São Paulo. Além disso, foi condenado em Farias Brito por violência contra sua ex-companheira. Na noite do último Natal ele foi preso em flagrante após ameaçar com uma faca a sua própria mãe, dona Maria Filomena Bentivi, de 84 anos, que passou mal e foi socorrida tendo ficado com medo de voltar para casa.

Naquele 25 de dezembro de 2016, Marcones passou o dia bebendo em um bar próximo. Chegando em casa ligou o som em alto volume e, quando a mãe reclamou, apanhou uma faca e a ameaçou alegando até que sua genitora não cuidava bem dos seus dois filhos menores com os quais ela gastava parte da aposentadoria já que o dinheiro que Marcones ganhava como pedreiro só dava para a bebedeira. Com receio e cumprindo ordens, ela negou a ameaça afirmando que Marcones tinha apanhado a faca para cortar uma carne.

Este foi o primeiro homicídio do mês de novembro em Farias Brito e o oitavo de 2017 no município, onde seis pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido na madrugada do dia 6 de outubro quando José Gilson de Moraes, de 20 anos, o “Zé de Adalgisa”, foi morto com um tiro de espingarda calibre 28 nas costas. O crime aconteceu perto da casa dele no Sítio Lagoa Seca e o mesmo não tinha passagens pela polícia, mas costumava causar desordens na localidade.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

90 total views, 3 views today

ComentáriosComentários