JPMotos
Exclusivo! Comerciante que matou mulher por ciúmes foi condenado em Farias Brito
23 de maio de 2018 às 11:36
38
Visualizações

O comerciante Germano Oliveira Silva, de 47 anos, residente na Travessa Senhora Conceição em Farias Brito, sentou no banco dos réus e foi julgado pelo assassinato de sua ex-mulher Cleidiana Rosendo de Sousa, de 31 anos. O crime de feminicídio aconteceu na noite do dia 16 de agosto de 2017 na casa dela na Rua do Cruzeiro no centro da cidade e praticado com um tiro de escopeta calibre 12 no ouvido da mesma.

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Farias Brito admitiu a acusação por inteiro e condenou Germano a uma pena de quase 23 anos em regime inicialmente fechado. Ele já vinha ameaçando Cleidiana de morte e respondia procedimentos por tentativas de homicídios, porte de arma de fogo, embriaguez ao volante, além de suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas.

Após assassinar a ex-mulher, o comerciante fugiu num Gol de cor branca e o abandonou no Sítio Clemente. Entretanto, terminou preso três dias depois numa operação coordenada pelo Subtenente Simplício, Comandante do Destacamento Militar de Farias Brito. Na Delegacia de Crato, Germano manifestou arrependimento e chorou dizendo ter vivido oito anos com Cleidiana. Ele alegou ter sido traído por esta e até agredido certa vez.

Acusou ainda a ex-mulher de gastar indevidamente o dinheiro oriundo do benefício previdenciário que o filho de 5 anos do casal recebe por ser uma pessoa especial. Em janeiro do ano passado, Germano tinha sido pronunciado pela justiça de Farias Brito para ser julgado pelo crime de lesão corporal contra Antônio Robisvan Souza Pereira, o “Erivan”, em setembro de 2011. Já em maio de 2012 tentou matar Maria Mendes de Oliveira e, em junho de 2015, a vítima foi José Jocélio de Menezes.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários