JPMotos
Fevereiro terminou com 10 assassinatos em Juazeiro e o ano está 9% mais violento
8 de março de 2017 às 10:05

Com um total de 10 homicídios em oito diferentes bairros de Juazeiro do Norte, o mês de fevereiro teve dois assassinatos a menos na comparação com janeiro. Ou seja, o segundo mês do ano foi 16,6% menos violento que o mês passado e a mesma quantidade de homicídios na comparação com fevereiro de 2016 quando igual número de pessoas tombou sem vida em Juazeiro.

Segundo levantamento do Site Miséria, em janeiro os bairros onde houve o registro de homicídios foram Juvêncio Santana e Tiradentes com dois cada e os demais nos bairros João Cabral, Vila Fátima, Aeroporto, Timbaúbas, Centro e Frei Damião. No acumulado do ano os bairros João Cabral, Pio XII e Juvêncio Santana são os mais violentos com o registro de três assassinatos cada ou individualmente 13,6% do total de 22 homicídios. Eis a relação dos assassinatos registrados no decorrer do mês passado em Juazeiro:

Dia 01 – Francisco Davi Ferreira da Silva, de 16 anos, que residia na Rua 10 Quadra A do Conjunto Minha Casa Minha Vida (Betolandia), teve o corpo encontrado em um terreno baldio em frente à Rua Juazeiro do Norte após um loteamento no final da Avenida Humberto Bezerra no bairro Vila Fátima. Ele estava desaparecido há dois dias e apresentava perfurações à golpes de faca no pescoço. Há um mês teria sido ameaçado de morte por uma pessoa apelidada por “Binha”.

Dia 05 – Alessandro Fernandes da Silva, de 35 anos, que residia na Rua Abílio José Bezerra, 96 (Novo Juazeiro), foi morto a golpes de faca por sua companheira Rita de Cássia dos Santos, que fugiu. O crime aconteceu na casa dela na Rua Severino Cândido, 110 (Aeroporto) após uma discussão durante bebedeira.

Dia 08 – Antoniel Lindemberck Rodrigues de Sousa, de 32 anos, que residia na Rua Senhor do Bonfim, 634 (João Cabral), foi morto a tiros por um homem numa moto. Ele respondia por crimes de lesão corporal, posse de arma de fogo, tráfico de drogas e violência doméstica.

Dia 12 – Cicero Correia de Lima, de 38 anos, o “Elton Mototaxista” que residia na Rua Francisco Filgueiras, 433 (Timbaúbas), morreu no Hospital Regional do Cariri. No início da tarde do dia anterior, ele pilotava sua moto pela Rua João Paulo I naquele bairro quando foi atocaiado por dois homens noutra moto os quais efetuaram disparos. Elton respondia por crime de lesão corporal praticado em 1998

Dia 18 – Antonio Romão de Araújo, de 84 anos, que residia na Rua João Rocha, 55 (Juvêncio Santana), foi morto com golpes de foice na cabeça a exemplo do seu vizinho Joaquim Nascimento dos Anjos, que tentou apaziguar os ânimos de uma briga dele com Jack Rubens da Silva Júnior, de 49 anos, residente ao lado e este foi lesionado na cabeça. O duplo homicídio foi praticado por Alexsandro Xavier da Silva, de 20 anos, o “Alex” que é filho de Jack, sendo que os dois foram presos na UPA Limoeiro.

Dia 18 – Joaquim Nascimento dos Anjos, de 54 anos, que residia na Rua João Rocha, 51 (Juvêncio Santana), foi vítima do duplo homicídio anterior.

Dia 18 – José Hamilton da Silva, de 52 anos, que residia na Rua José Gonçalves de Almeida, 636 (Tiradentes) e era árbitro de futebol amador, foi morto a pauladas na Rua Marechal Rondon naquele bairro por Francisco Adriano da Silva, de 28, e Paulo Fred da Silva, de 38 anos os quais confessaram o crime e apontaram como motivo o fato de Hamilton ter abusado sexualmente do sobrinho de um deles.

Dia 19 – Paulo Fabiano Alves de Sousa, de 35 anos, o “Paulinho” que morava na Rua Delmiro Gouveia (Centro), foi morto com uma facada no coração desfechada pelo flanelinha Janiberto Oliveira Ramos, de 27 anos, morador da mesma rua, que terminou preso em flagrante. O fato aconteceu após discussão banal no cruzamento das ruas Delmiro Gouveia e Carlos Gomes e a vítima respondia por lesão corporal e danos.

Dia 23 – Marcos Paulo Fernandes da Silva, de 17 anos, o “Marquinhos” que residia na Rua José Sabia, 120 (Tiradentes), foi morto a tiros dentro de casa por dois homens que chegaram numa motocicleta e invadiram o imóvel. Para a polícia, o crime pode estar relacionado com o tráfico de drogas.

Dia 26 – Francisco Josaniel Silva Soares, de 26 anos, que residia na Rua Antônio Saraiva Landim (Frei Damião), foi morto com uma facada no peito esquerdo desfechada por sua cunhada Maria Dayara Germana Santana, de 19 anos, que foi presa no centro de Crato na noite do dia 28 pedindo esmolas para arrecadar dinheiro a fim de viajar. Ela chegou embriagada quebrando os pertences no imóvel e a vítima tratou de intervir quando foi lesionada.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

165 total views, 3 views today

ComentáriosComentários