JPMotos
Fim de semana com homicídios em Jardim, Potengi e Barbalha e mais uma morte no trânsito
25 de setembro de 2017 às 15:19

Aumentou de um para quatro o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram registrados homicídios em Jardim, Potengi e Barbalha, além de uma morte em consequência de acidente de trânsito em Santana do Cariri. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, foram três mortes no sábado e apenas uma neste domingo.

Por volta das 06h30min de sábado o comerciante Daniel Francisco Evangelista, de 48 anos, que residia no Distrito do Corrente em Jardim, foi morto a tiros quando abria o seu frigorífico na Rua Luis Aires Neto perto do Destacamento Militar no centro da cidade. Uma pessoa se aproximou dizendo que era policial e, já de arma em punho, mandou erguer os braços quando efetuou os disparos fugindo pela via estreita onde acontece a feira livre e houve correria dos ambulantes que já armavam suas barracas. Daniel não tinha passagens pela polícia.

Cerca de três horas e meia depois morreu em um dos leitos de UTI do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro o jovem Samuel Lima Duarte de Oliveira, de 26 anos de idade. Ele morava em Santana do Cariri onde se envolveu num acidente com motocicleta e terminou socorrido ao HRC, porém não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Às 11 horas o aposentado Adão Ferreira Neves, de 69 anos, que residia no Sítio Melosa em Potengi, foi morto a tiros perto de sua casa. A polícia foi acionada e diligenciou prendendo um dos suspeitos Antonio Erlandes Sudário Brilhante, de 37 anos, o “Nanam de Chiquinha” que mora no Sítio Porteiras em Assaré e negou envolvimento. Segundo a polícia, ele foi visto momentos antes com a vítima e terminou preso na estrada da localidade numa moto e com um revólver. “Nanam” tem passagens pela polícia, é acusado de um homicídio que teve o testemunho de Adão o qual fora ameaçado de morte quando “Nanam” ainda estava preso.

Já às 4 horas da madrugada deste domingo morreu no Hospital Santo Antonio o pedreiro Elias da Silva Paz, de 37 anos, que residia na Rua Projetada no Parque Bulandeira em Barbalha, momento após ser baleado na cabeça durante discussão no Boteco do Jabá perto de sua casa. Segundo testemunhas, o autor foi Fernando Paz da Silva, de 25 anos, que mora no Sítio Lagoa em Barbalha e fugiu. Há duas semanas o acusado deixou a Penitenciária de Juazeiro e, dentre outros crimes, é acusado de matar Maciel do Nascimento, de 22, no João Cabral, e Adriano da Nóbrega Alves, de 32 anos, no Limoeiro, ambos em Juazeiro em maio de 2015.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

89 total views, 3 views today

ComentáriosComentários