JPMotos
Fim de semana de atentados criminosos registrou também 32 assassinatos
8 de janeiro de 2019 às 05:00
36
Visualizações

Guarda assassinado

Antônio Flávio Alves, guarda municipal de Caucaia, foi morto por dois assaltantes 

Pacajus morte

Em Pacajus, Maria Cristiana Silva França foi morta quando voltada igreja evangélica

São João do Jaguaribe - casal

Francisco Lindemberg e Benedita Gardênia: mortos em São João do Jaguaribe

Além dos atentados criminosos no Ceará, o estado registrou no fim de semana 32 casos de assassinatos. Somente em Fortaleza, 11 pessoas foram executadas sumariamente. Um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu na manhã do domingo na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde foi morto o primeiro agente da Segurança Pública em 2019, um guarda municipal. Já no Interior, foram 12 crimes.

Em Fortaleza, 11 pessoas foram assassinadas nos seguintes bairros: Barra do Ceará (3 crimes), Granja Portugal (2), Vicente Pinzón, Patriolino Ribeiro, Bonsucesso, Bom Jardim, Jardim América e Paupina.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados oito assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia (3 casos), Maranguape, Pindoretama, Pacatuba, São Gonçalo do Amarante e Pacajus.

Interior

No Interior Norte, seis pessoas foram mortas nas cidades de Independência, Santa Quitéria, Sobral, Aracoiaba, Pacoti e Baturité.

No Interior Sul, foram mais seis assassinatos ocorreram nos seguintes Municípios de São João do Jaguaribe (duplo), Juazeiro do Norte, Orós, Altaneira e Morada Nova.

Casal

Um casal foi assassinado, a tiros, na noite de sábado (5), na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza). Por volta 20h40, bandidos invadiram uma residência localizada no bairro Bela Vista e mataram, a tiros, a dona de casa, Benedita Gardênia Camilo da Silva, 36 anos. O marido dela tentou fugir dos criminosos e foi baleado. Na manhã do domingo, o corpo de Francisco Lindemberg Costa Alves, 38, foi localizado num matagal próximo, também com marcas de tiros. No local, a Polícia encontrou cápsulas de balas de pistola e de escopeta.

Guarda Municipal

O guarda municipal Antônio Flávio Alves tornou-se o primeiro agente da Segurança Pública assassinado no Ceará em 2019. Ele foi atingido por vários tiros disparados por bandidos durante uma tentativa de assalto, no Centro de Caucaia. O crime ocorreu na manhã do domingo.

Alves, que era integrante do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Guarda Municipal de Caucaia e diretor do sindicato da categoria (Sindiguardas), foi levado em estado grave para o Hospital Municipal de Caucaia e, logo em seguida, transferido de ambulância para o IJF-Centro, em Fortaleza, onde faleceu horas depois. O agente sofreu diversos tiros, inclusive, na cabeça. Os assaltantes fugiram e não foram, ainda, localizados.

Imagens da cena do crime, gravadas por câmeras de estabelecimentos comerciais, poderão ajudar a Polícia a identificar os assassinos do guarda municipal.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários