JPMotos
Homem atropelado em Brejo Santo teve o corpo identificado no IML por meio da papiloscopia
5 de outubro de 2018 às 04:55
12
Visualizações

O corpo de um homem que morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro do Norte foi identificado por meio de exame necropapiloscópico feito na Perícia Forense (Pefoce) do Cariri. Por conta disso, foi possível chegar até os familiares da vítima de um acidente de trânsito já que o homem tinha dado entrada no antigo IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro na condição de indigente. Trata-se de José Cezário da Silva, de 57 anos, socorrido para o HRC pelo SAMU de Brejo Santo.

O paciente tinha sido vítima de atropelamento e chegou na quarta-feira ao hospital onde faleceu no início da madrugada desta quinta-feira em virtude do agravamento do seu quadro clínico. O corpo chegou por volta das 9 horas de ontem na Pefoce quando o exame feito descobrindo o nome e mais ainda que a pessoa tinha feito uma nova Carteira de Identidade há dois meses constando como endereço o Sítio Minas na zona rural de Jardim.

A supervisora da Perícia Forense, Germana Brito, manteve contato com a polícia de Jardim e uma viatura foi até a localidade encontrando familiares da vítima os quais disseram que José Cezário estava desaparecido. Os policiais se encarregaram de dar a triste notícia do seu falecimento e prestaram informações sobre como proceder. A papiloscopia vem desenvolvendo um importante papel na identificação de cadáveres que chegam à Pefoce na condição de indigentes.

 

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Demontier Tenório

ComentáriosComentários