JPMotos
Homem executado a tiros em Barbalha onde o número de homicídios se igualou ao ano passado
23 de outubro de 2017 às 10:48

Um homicídio à bala foi registrado na noite deste domingo em Barbalha tornando outubro o mês mais violento do ano com três homicídios e superado apenas por novembro do ano passado quando quatro pessoas foram mortas. Em 2017 já são 14 assassinatos na terra dos verdes canaviais ou a mesma quantidade na comparação com o ano passado. Por volta das 20 horas de ontem foi morto a tiros José Edgle David da Silva, de 34 anos, o “Doidim” que morava na Avenida 17 de agosto na Cirolandia.

O crime aconteceu na Rua Divino Salvador perto do antigo matadouro no bairro do Rosário e foi praticado por um homem que fugiu numa moto Honda Biz. Após ser lesionado no braço, Edgle saiu correndo, mas foi perseguido e a execução concluída num matagal quando o lesionaram duas vezes na cabeça. Ele respondia por crimes de violência doméstica contra Joseane Gonçalves Nascimento e Damarita Taveira de Oliveira com pedidos de medidas protetivas e até de prisão preventiva do mesmo.

O último homicídio em Barbalha tinha ocorrido no final da manhã de sexta-feira (20) e se deu por espancamentos na Avenida Beira Brejo. Gilmar Gomes Ambrósio, de 52 anos, era alcoólatra e residia na Vila Santo Antônio, o qual tombou morto após discussão e luta corporal com Cícero Aparecido da Silva, de 41 anos, que é de Nova Russas e não possuía residência fixa em Barbalha, que terminou preso., O acusado já tinha matado uma pessoa na manhã do dia 5 de outubro de 2002 em Nova Russas.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

145 total views, 1 views today

ComentáriosComentários