JPMotos
Homem foi morto a pauladas e facadas na presença do filho menor em Assaré
25 de outubro de 2017 às 13:29

Quase dois meses após um novo homicídio foi registrado no município de Assaré. Por volta das 20h30min desta terça-feira o agricultor Antonio Nilton Gomes, de 37 anos, o “Niltão” que residia no Sítio Varjota (Distrito de Genezaré), foi morto a pauladas e facadas na estrada vicinal de acesso ao Sítio Charcão naquele distrito situado a uma distância média de 30 Km para o centro da cidade. A vítima seguia para casa na sua moto levando um filho de iniciais R. A. G., de 15 anos na garupa.

Dois homens estavam de tocaia no caminho ao lado de uma moto quando mandaram “Niltão” parar sob a mira de um revólver e causando a idéia de que se tratava de um assalto, mas não houve nenhuma conversa. Apenas a execução sumária sem levarem nada da vítima. Quando foi atingido com uma paulada na cabeça, o filho correu para um matagal e o crime foi concluído com perfurações à faca no pescoço, tórax e nas costas. Também não houve disparos de arma de fogo e a polícia soube que, há um ano, “Niltão” tinha agredido uma pessoa.

Este foi o primeiro homicídio de outubro em Assaré e o terceiro de 2017 no município, onde nove pessoas tombaram mortas no ano passado. O último deste ano tinha ocorrido no dia 4 de setembro, no bairro José Dodô, contra Antonio de Assis dos Santos Silva, de 28 anos, o “Petróleo”, que residia na Rua Cazuza Barros (Bairro Serraria) naquele município. Ele não tinha passagens pela polícia e foi morto com duas facadas no pescoço quando passava em frente ao Bar de Delfonso, cujos acusados fugiram numa moto. Na época, surgiu informação que “Petróleo” costumava se envolver em conflitos.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

170 total views, 2 views today

ComentáriosComentários