JPMotos
Mulheres tentam fugir da cadeia em Juazeiro e acusado de estupro é agredido na Cela em Farias Brito
4 de novembro de 2017 às 06:37

Agitos foram registrados no final da manhã desta quinta-feira no presídio feminino de Juazeiro e na cadeia pública de Farias Brito. Por volta das 11h30min houve um princípio de motim promovido por detentas no cárcere que funciona na Rua das Flores (Santa Tereza) em Juazeiro. Na verdade, uma tentativa de fuga frustrada por agentes penitenciários e policiais militares que lá estiveram para controlar a situação.

Inclusive, uma detenta se feriu após subir no telhado e foi levada para receber atendimento ambulatorial. Depois, conduzida à 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Após conter os ânimos, agentes e PMs aproveitaram para uma recontagem das internas e a promoção de uma vistoria na cadeia quando encontraram certa quantidade de substâncias entorpecentes, aparelhos celulares e apetrechos destes.

Drogas e celulares apreendidos na cadeia feminina de Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes sociais)

No mesmo horário, o Subtenente Simplício notou uma estranha movimentação na cadeia pública de Farias Brito quando acionou colegas de farda e agentes penitenciários para uma averiguação. Eles descobriram que detentos estavam tentando linchar Damião Rodrigues de Sousa o qual foi preso na semana passada sob acusação de abusos sexuais contra sua própria filha menor de idade. O homicídio só não se consumou devido a intervenção dos agentes e PMs.

Por outro lado, a polícia de Mauriti cumpriu Mandado de Prisão Preventiva expedido pela comarca local recolhendo José Olavio de Sousa, residente no Sítio São Sebastião (Distrito de Buritizinho) naquele município. Ele responde por crime de estupro de vulnerável e foi preso no Sítio Catanduva na zona rural de Mauriti por policiais militares que o recambiaram até a cadeia pública onde se encontra à disposição da justiça.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

113 total views, 1 views today

ComentáriosComentários