JPMotos
Nove armas de fogo foram apreendidas em Barro, Juazeiro, Mauriti, Crato e Potengi
23 de junho de 2017 às 06:35

O plantão policial dos últimos dias registrou as apreensões de nove armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 em Barro e dois em Juazeiro, duas espingardas em Mauriti, outro revólver calibre 38 em Potengi e mais um no Crato, além de uma espingarda. Em Barro, o revólver estava com o jovem Francisco Emerson Silva dos Santos, de 22 anos, o “Cabelinho do João Cabral”, e, no Juazeiro, em poder de Walisson Cassiano da Silva, residente no bairro Santa Tereza.

O outro calibre 38 também foi apreendido no Santa Tereza, mais precisamente na Rua Delmiro Gouveia aonde militares da Polícia Ambiental interceptaram, na manhã desta quarta-feira, um veículo Corsa de cor preta. No interior do carro, os Sargentos Sobreira e Novais, o Cabo Rodrigo e o Soldado André recolheram a arma e prenderam Francisco Marcos Moreira da Cruz, 22 anos, ali residente.

Dias antes, em Mauriti, a polícia prendeu Raimundo Juvenal Pereira, de 51 anos, com uma espingarda de fabricação artesanal, cinco tubos com esferas, dois com pólvora e outros dois com espoletas, bem como um cartucho calibre 38 e outro 36 deflagrados. Ainda em Mauriti, foram presos Donizete Oliveira de Brito, de 25, Geovane Tomé de Brito, de 20, e José Santana Sobrinho, de 71 anos, com outra espingarda tipo socadeira.

Na noite de sexta-feira, porém na Rua Joaquim Pinheiro Filho do Conjunto Belas Artes (Bairro Muriti) em Crato, a polícia prendeu Paulo Gledson Juvêncio, de 21, Cícero José de Oliveira Santos, de 18, e Renato Moreira Araújo, de 24 anos, residentes no Sítio Santa Rosa. Eles trafegavam numa Honda Twister 250 de cor preta e placa HYJ-8158 e, ao ver os PMs, tentaram se desfazer de um revólver calibre 38 com três cartuchos intactos.

No mesmo horário, no Sítio Teotônio em Crato, um homem adentrou o matagal ao ver uma patrulha do Batalhão de Divisas e abandonando uma espingarda artesanal e outra calibre 12 com quatro cartuchos intactos. Já na madrugada de domingo, porém numa festa que ocorria no Black Club na Rua Manoel Monteiro no centro de Potengi, a polícia prendeu Romário Pires da Silva, de 23 anos, residente na Rua Jeconias de Carvalho, com um revólver calibre 38 tendo cinco cartuchos intactos.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

88 total views, 1 views today

ComentáriosComentários