JPMotos
Nove atentados à bala e faca nas últimas horas em Juazeiro, Crato e Barbalha
27 de abril de 2017 às 08:59

Num curto intervalo de três dias nove tentativas de homicídios foram registradas pelo plantão policial, sendo cinco em Crato, três em Juazeiro do Norte e outra em Barbalha. Ainda no início do Feriadão de Tiradentes Severino Vieira de Lima, de 52 anos, residente no bairro Limoeiro, foi lesionado a tiros no cruzamento das ruas Padre Francisco e Santa Isabel (Pirajá) em Juazeiro por dois homens numa moto Honda Biz vermelha. Ele responde por porte de arma e foi socorrido pelo SAMU.

Já na Rua Farias Brito (João Cabral) Cícero G. R. Moreira, de 28 anos, ali residente, foi lesionado com facadas nas costas e no peito direito. Ele apontou como autor uma pessoa que conhece pelo apelido de “Marcinho” e foi socorrido ao Hospital Regional do Cariri (HRC). Na tarde de sábado, porém no Parque Presidente Vargas (Bairro Muriti) em Crato, o reciclador Cláudio Luiz Vieira Holanda, ali residente, lesionou com uma facada seu filho Francivaldo Vieira da Silva, de 18 anos.

No período da noite, em meio a uma festa num estabelecimento na Rua 02, número 42 (Bairro Barro Branco) ainda em Crato, três pessoas foram lesionadas à bala. Wilton Cleiton Silva Rodrigues, de 21, residente na Avenida Padre Cícero (Bairro São Miguel), Anderson Alves do Nascimento, de 21, e Paulo Roberto Ferreira Junior, de 20 anos, que moram no bairro Barro Branco, foram socorridos ao Hospital São Camilo. Os autores foram quatro indivíduos que bebiam numa mesa próxima.

Na manhã de domingo Cícero Edno Rodrigues Dias disse à polícia de Granjeiro que tinha sido agredido com um soco no rosto por um vereador pela madrugada durante festa no Sitio Serra Nova naquele município. Já no início da tarde, porém na Rua Antonio Adil da Nóbrega, 202 (Triângulo) em Juazeiro, Erisson S. Silva, de 19 anos, estava em casa quando chegou um desafeto seu identificado por “Walisson” ou “Esquilo” e atirou atingindo-o no abdômen.

No final da noite mais dois atentados à faca, sendo o primeiro no Parque da Cidade em Barbalha. O outro foi José Nilton dos Santos, de 45 anos, residente na Rua António Carlos Junior (Bairro Mutirão) em Crato. No Hospital São Camilo, ele disse à polícia que tinha discutido com uma pessoa apelidada por “Apir” o qual sacou uma arma branca e o lesionou no peito direito.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

170 total views, 2 views today

ComentáriosComentários