JPMotos
Nove homicídios no Cariri e uma morte em acidente de trânsito no fim de semana
14 de novembro de 2017 às 12:29

Subiu de sete para dez o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram nove homicídios e uma vítima fatal em acidente de trânsito com três corpos do Crato, dois de Juazeiro, outros dois de Campos Sales e os demais de Tarrafas, Jati e Barro. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, quatro mortes ocorreram ainda na sexta-feira, com outras quatro no sábado e duas neste domingo.

Por volta das 20 horas de sexta-feira, no cruzamento das ruas Domingos Sávio e Horácio Campelo perto do Cemitério Parque das Flores (Timbaúbas) em Juazeiro, foi morto a tiros Leonardo do Nascimento Souza, de 25 anos, o “Léo”. O crime aconteceu perto de sua casa e foi praticado por um homem que se aproximou numa moto. Segundo a polícia, ele era usuário de drogas e respondia Ação Penal por crimes de assalto, resistência à prisão e desacato praticados em setembro de 2015 naquele bairro.

Meia hora depois, numa cova rasa no Sítio Queimadas em Campos Sales, foi encontrado o corpo de Roberto Alexandre da Silva, de 26 anos, que residia na Agrovila Santa Maria naquele município. Ele saiu de casa na noite de quinta-feira em sua moto para beber com amigos no Assentamento Lagoa do Miguel e não retornou. A polícia foi ao local e prendeu o casal Dionio Joaquim de Sousa, de 21, e Jaqueline da Silva de Barros, de 22 anos, autuado em flagrante para responder por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. A moto da vítima não foi encontrada.

Já às 23 horas, no Sítio Patos em Tarrafas, foi morto a tiros Francisco Duarte da Silva, de 42 anos, quando pilotava sua moto Honda CG 150 Fan que estava ao lado do corpo a exemplo da mochila com roupas, uma trouxinha de cocaína e documentos descaracterizando latrocínio. Ele já possuía passagens pela polícia e os moradores das imediações disseram ter ouvido apenas os disparos no primeiro homicídio deste ano em Tarrafas contra dois registrados no decorrer do ano passado.

Às 23h30min Tales Henrique de Almeida Lima, de 23 anos, que residia no Sítio Santa Rosa em Crato, morreu numa troca de tiros com equipe do RAIO. Na prática de assalto perto da antiga Casa de Shows Texas, ele atirou na vítima Sávio Ribeiro Cardoso e Silva, de 20 anos, que não foi atingida. Os PMs passavam na hora quando o acusado tentou fugir numa moto pelas ruas do bairro Muriti a qual abandonou para escalar muros e tentar escapar por telhados. Foi quando apontou a arma na direção da equipe e atingiu o PM Sampaio no braço. Houve revide dos “raianos”, sendo que o acusado saiu baleado, foi socorrido e morreu no hospital.

Por volta das 11 horas de sábado morreu no Hospital São Camilo o ex-presidiário Francisco de França, de 49 anos, o “Bozzano” que residia no Sítio Monte Alegre em Crato. A equipe RAIO 03 foi averiguar denúncia relacionada com o tráfico de drogas na localidade e seguia com o acusado por dentro do mato até sua casa. Chegando ao imóvel, ele pegou um revólver dentro do sofá e atirou nos PMs sem atingi-los. No revide, “Bozzano” terminou alvejado e socorrido ao Hospital onde morreu. Na casa, os “raianos” apreenderam um revólver calibre 38 com dois cartuchos intactos e três deflagrados, uma espingarda, 65 gramas de maconha e duas balanças de precisão.

Já às 18h30min, perto da Rodoviária no bairro Aparecida em Campos Sales, o ex-presidiário Jerfeson de Souza Feitoza, de 22 anos, o “Popó” que residia na Rua Cícero Simão de Alencar naquele bairro, foi morto a tiros na cabeça. Ele tinha acabado de sair de sua casa e passava à pé no local quando foi surpreendido pelos disparos efetuados por dois homens que fugiram numa moto Honda Bros. A vítima esteve presa até poucos dias por crimes de tráfico de drogas, invasão de domicílio e arrombamento.

Uma hora e meia depois, no cruzamento das ruas Senhor do Bonfim e Jaime Dorcy (João Cabral) em Juazeiro, Cícero Lucas da Silva Sousa, de 18 anos, o “MC” que residia na Rua T18 (Bairro Malvinas) em Barbalha, foi morto a tiros na cabeça. Ele passava à pé perto da Pracinha do CC quando foi surpreendido pelos disparos efetuados por dois homens numa moto. O jovem tinha envolvimento com o tráfico de drogas e foi preso no último dia 5 de novembro em Juazeiro com substâncias entorpecentes

Às 22 horas ainda de sábado morreu em um dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro o jovem José Costa Ramos Neto, de 23 anos, o “Netinho”, que residia em Crato. Na noite da última quinta-feira (09) ele foi lesionado a tiros por dois homens numa moto quando passava na Rua Padre Ibiapina (Bairro Alto da Penha) a caminho de casa. A vítima era usuária de drogas e terminou atingida com um projétil na coluna cervical, dois no tórax e mais um na perna esquerda.

Por volta das 17 horas deste domingo, no Km 528 da BR-116 em Jati, o motorista André Neves Andrade, de 20 anos, que residia no município de Pombal (PB), sobrou na curva do declive chamado de Corte Grande e capotou o caminhão Mercedes Benz de cor vermelha e placa OEV-9465, inscrição de Condado (PB). Ele perdeu o controle de direção, sendo arremessado para fora do veículo e, por isso, não ficou preso às ferragens já que a destruição da cabina foi grande.

Cerca de cinco horas depois, na Rua 01 (Bairro Poço da Pedra) em Barro, o ex-presidiário Fernando José de Oliveira, de 30 anos, o “Ureinha” que residia na Rua José Rodrigues de Lacerda (Bairro Jardim Raimundo Inácio) naquele município, foi morto a tiros no tórax por um homem que fugiu numa moto. Ele respondia procedimentos por tráfico, crimes ambientais e de trânsito, além de testemunha de um homicídio. Segundo a polícia, costumava praticar pequenos delitos e, provavelmente, seria um dos lideres do tráfico na área tendo sido preso recentemente com boa quantidade de cocaína.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

118 total views, 1 views today

ComentáriosComentários