JPMotos
Outubro terminou com 12 assassinatos em Juazeiro e o ano é 18,18% mais violento
11 de novembro de 2017 às 10:03

Com 12 homicídios em oito diferentes bairros de Juazeiro, sendo quatro mulheres, o mês de outubro foi o quinto mais violento do ano juntamente com janeiro que teve a mesma quantidade. O décimo mês do ano teve um homicídio a menos que setembro e sete a mais na comparação com outubro de 2016 quando cinco pessoas tombaram sem vida em Juazeiro. Este ano foram 12 homicídios em janeiro, 10 em fevereiro, 15 em março, nove em abril, 11 em maio, 15 em junho, 11 em julho, 13 em agosto, outros 13 em setembro e 12 no mês passado.

Segundo levantamento do Site Miséria, em outubro os bairros onde houve o registro de homicídios foram Campo Alegre (04), Romeirão com dois e os demais no Franciscanos, Santa Tereza, Salesianos, Frei Damião, Pedrinhas e Triângulo. No acumulado do ano o bairro Frei Damião é o mais violento com o registro de 21 assassinatos ou 17,35% do total de 121 homicídios. No ano passado, em dez meses, eram 99 assassinatos. Eis a relação dos registrados no decorrer do mês passado em Juazeiro:

Dia 05 – Walysson Aquino de Sousa, de 19 anos, o “Walysson da Cinquentinha”, que residia na Rua Geraldo Valdevino (Frei Damião), foi morto a tiros por quatro homens que chegaram em duas moto e arrombaram a porta da casa matando-o em seguida. Ele morava com sua avó e não tinha passagens pela polícia.

Dia 08 – Cícero Alisson Fernandes Gomes, de 31 anos, o “Cição” vocalista da Banda Forró Kyxote, que residia na Rua São Geraldo (Franciscanos), foi morto a tiros na Rua Ana Rocha da Silva (Campo Alegre) por quatro homens em duas motos juntamente com Rogério de Matos Ferreira, cujo motivo seria um som alto.

Dia 08 – Rogério de Matos Ferreira, de 31 anos, que residia na Rua São Sebastião no bairro Brejo Seco e era dono de uma borracharia no cruzamento das ruas São Benedito e Nossa Senhora do Carmo, foi a outra vítima do duplo homicídio anterior no bairro Campo Alegre.

Dia 13 – José Lopes Júnior, de 16 anos, o “Júnior” que residia na Rua Francisca Samuel Saraiva da localidade denominada Vila Nova (Pedrinhas), foi morto a tiros na Rua Francisco Alves Neto daquele bairro por dois homens que se aproximaram numa moto Honda Fan de cor vermelha. Ele não tinha passagens pela polícia.

Dia 18 – Fábio da Silva Gama, de 31 anos, o “Fabinho”, que residia na Rua Francisco Martins de Souza no bairro Frei Damião, foi morto a tiros no cruzamento Rua Padre Ourives com a Travessa São Damião (Santa Tereza). Ele respondia por crimes de assalto a mão armada, corrupção de menores e tráfico de drogas.

Dia 19 – Raimundo Pereira do Nascimento, de 28 anos, que residia no Sítio Caras do Umari, foi morto a tiros na Rua Nossa Senhora de Lourdes perto do cruzamento com a Monsenhor Esmeraldo no bairro Franciscanos enquanto dirigia o seu Fiat Uno de cor verde. Ele perdeu o controle de direção, subiu a calçada e ainda bateu na fachada de uma casa. Raimundo respondia procedimento por crime de tráfico de drogas.

Dia 22 – Erialdo Araújo Feitosa, de 46 anos, que residia no Sítio Pedra de Fogo em Juazeiro, foi morto a tiros e facadas na Rua Guilherme José Bezerra (Campo Alegre) juntamente com sua mulher a professora de Jardim, Jussara Maria da Silva Feitosa. Ele era comerciante e já tinha sido vereador em Juazeiro quando foi ao local cobrar um dinheiro a Jussier dos Santos Ferreira, de 48 anos, o “Cier”, que foi preso. Uma neta do casal, de 3 anos, saiu baleada no abdômen.

Dia 22 – Jussara Maria da Silva Feitosa, de 44 anos, foi a outra vítima do duplo homicídio anterior no bairro Campo Alegre.

Dia 26 – Horrana Evilyn Alves de Oliveira, de 17 anos, que residia na Rua Antonio Adil da Nóbrega (Triângulo), morreu no HRC. Na noite do dia 22 de outubro ela foi baleada na boca por uma pessoa identificada apenas por “Anderson” que chegou à sua casa pedindo um copo com água. A mesma respondia por assaltos e já tinha sido internada na Casa do Menor em Fortaleza.

Dia 27 – Cícero Mailson da Silva, de 16 anos, que residia no bairro Santa Tereza, foi morto a tiros no cruzamento da Avenida Paraná com a Rua José de Alencar (Romeirão) junto com sua namorada Paloma Oliveira Silva, de 14 anos, por homens que se aproximaram em duas motos.

Dia 27 – Paloma Oliveira Silva, de 14 anos, que residia na Rua Joaquim de Sousa Menezes (Romeirão) foi a outra vítima do duplo homicídio anterior.

Dia 27 – Um feto de quatro meses da parturiente Edivania Martins da Silva, de 30 anos, foi extraído no HRC após ser baleada nas costas durante assalto na Rua Leão XIII (Salesianos) praticado por dois menores numa moto os quais roubaram sua moto Honda Biz 125 ES de cor preta. A mesma foi submetida a uma Laparotomia com a retirada do feto recolhido para necorpsia no IML e a extração do útero.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

177 total views, 3 views today

ComentáriosComentários