JPMotos
Polícia Civil cumpre no Ceará mandados de prisão em operação coordenada nacionalmente
24 de abril de 2019 às 11:28
55
Visualizações

A Polícia Civil do Estado do Ceará deflagrou, na manhã desta quarta-feira (24), a operação #PC27, que ocorre simultaneamente em todas as unidades federativas do País. Até a manhã desta quarta-feira, a operação no Ceará já registrou 18 capturados, sendo 16 adultos e  dois adolescentes.  No total, participam da operação 400 policiais civis, segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE).

A operação #PC27 tem objetivo de retirar de circulação foragidos da Justiça que cometeram crimes graves como roubo, homicídio, estupro, participação em crime organizado, entre outros. A SSPDS, contudo, não divulgou o número total de ordem de prisões que busca cumprir no Ceará.

Ofensiva Nacional 

Na manhã desta quarta-feira (24), as Polícias Civis das 27 unidades federativas saíram às ruas para cumprimento dos mais de mil mandados de prisão. A operação nacional é coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e tem como objetivo o combate a diversos delitos.

“Essa ação conjunta de todas as polícias civis gera um efeito imediato na sensação de segurança da população. Além disso, é muito importante que esses criminosos sejam retirados das ruas para que não voltem a delinquir”, afirma o delegado Robson Cândido, diretor da Polícia Civil do DF e atual presidente do CONCPC.

Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça, após trabalho de investigação. Cada uma das Polícias Civis dos estados e do DF realizou levantamento de inteligência para possibilitar o maior sucesso na operação. O nome Operação #PC27 é uma referência à união e padronização de todas as Polícias Civis do País.

Operação em todo o Ceará

As ações realizadas em todos os municípios cearenses. Elas são coordenadas pelo Departamento Técnico Operacional (DTO) e articuladas pelos departamentos de Polícia da Capital (DPC), de Polícia Metropolitana (DPM), de Polícia do Interior Norte (DPI Norte) e Sul (DPI Sul), além dos departamentos de Inteligência Policial (DIP), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Polícia Especializada (DPE) e de Proteção de Grupos Vulneráveis (DPGV).

Noticiasaominuto

ComentáriosComentários