JPMotos
Polícia prende jovem por descumprir regime em Brejo Santo e outro armado em Juazeiro
20 de maio de 2017 às 10:22

O plantão policial das últimas horas registrou prisões dentro do cumprimento de mandados judiciais em Brejo Santo e Potengi, bem como por porte ilegal de arma de fogo em Juazeiro e Crato. Além disso, pela prática de roubo e perturbação ao sossego público em Juazeiro. Nesta sexta-feira a polícia de Brejo Santo prendeu Antonio Gilbevan Pereira, de 31 anos, o “Dunguinha”, no interior da AABB que funciona na Avenida João Inácio de Lucena.

Os PMs cumpriram mandado de prisão expedido pela Comarca de Brejo Santo por sua condenação a 6 anos e seis meses de prisão. O mesmo tinha conquistado o regime semiaberto, mas não vinha cumprindo. A informação passada era que estava internado numa clínica para tratamento contra a dependência química em Juazeiro. Só que “Dunguinha” tinha interrompido o tratamento em janeiro do ano passado e esteve numa casa no bairro Aeroporto em Juazeiro junto com usuários de drogas.

Antes, na Rodovia Pinto Madeira (Bairro Vila Lobo) em Crato, a polícia interceptou um Fiat Palio de cor vinho e placas KLL-1346, inscrição de Marcolândia (PI), dirigido por Rubem Bezerra Vieira, de 28 anos, residente na Rua Elísio Saldanha na Vila São Bento. No interior do carro foi encontrada uma espingarda calibre 12. Já em Juazeiro a polícia prendeu Wellington Alfredo Gonçalves, de 22 anos, residente na Rua Joana Alexandre Damasceno (Frei Damião) com um revólver calibre 38 municiado, um tablet, três celulares, uma câmera fotográfica, quatro relógios e dinheiro.

Arma e objetos apreendidos com Wellington em Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Enquanto isso, no cruzamento das ruas São Cândido e São Joaquim no centro de Juazeiro, foi preso Augusto Ferreira o qual tinha acabado de roubar o celular de uma garota. Já na Rua Olgives de Melo (Tiradentes) a polícia foi avisada sobre um som alto e foi lá, mas a proprietária Ivonete Pereira se recusou a desligar dizendo que estava dentro de sua casa. Quando os PMs disseram que ia levá-la à delegacia, surgiu Maria Alana Gonçalves desacatando os policiais e as duas foram parar na delegacia.

No município de Potengi, cumprindo mandado de prisão, policiais militares do destacamento local se juntaram com policiais civis de Araripina (PE) quando prenderam o agricultor Antonio Daniel Expedito da Silva, de 31 anos, conhecido como “Rafael”. Ele responde por um homicídio praticado em 2007 no município de Marcolândia (PI), além de crimes em Araripina e um caso de violência domestica em Potengi. O mesmo foi preso na Rua Francisco Guedes no centro da cidade.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

299 total views, 2 views today

ComentáriosComentários