JPMotos
Polícia prende suspeito de triplo assassinato e localiza as cabeças das vítimas na Lagoa do Urubu
1 de novembro de 2018 às 05:12
363
Visualizações

VÍDEO EXCLUSIVO DO MOMENTO DA PRISÃO DO SUSPEITO E SUA CONFISSÃO

ATENÇÃO!!!  IMAGENS FORTES (CABEÇAS ENCONTRADAS)

Cabeças encontradas

As cabeças foram encontradas em um saco plástico em meio à vegetação nas margens da lagoa 

A Polícia Militar capturou no começo da tarde desta quarta-feira (31) um dos suspeitos de envolvimento na morte de três jovens, crime ocorrido na noite de ontem na Lagoa do Urubu, no bairro Floresta (Álvaro Weyne), e localizou as cabeças das vítimas. Os três homens foram assassinados a facadas e decapitados em seguida. As cabeças estavam dentro de um saco plástico, jogada ao lado da lagoa. Horas antes, o corpo de uma garota – identificada até agora somente por Monique – também foi encontrado decapitado.

Policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) foram os responsáveis pela prisão do suspeito de envolvimento direto no triplo homicídio. Ele confessou que cometeu o crime em represália a um atentado a tiros sofrido pelo pai, que está baleado e hospitalizado. O crime teria sido mais um capítulo da guerra entre as facções criminosas. Os homens mortos seriam integrantes da facção Guardiões do Estado (GDE) e os assassinos membros do Comando Vermelho (CV).

Saco

O saco plástico com as três cabeças foi localizado após a detenção do suspeito. Ele contou também aos policiais que do crime participaram dois primos dele, identificados por Kauã e Davi, que agora são também caçados pela Polícia Militar. O suspeito não falou se as três mortes têm ligação com o assassinato da jovem Monique, que seria filha de um traficante da mesma região, conhecido por “Careca”.

Desde a noite de ontem, a Polícia Civil e a Polícia Militar realizam uma grande operação de varredura na área no entorno da Lagoa do Urubu por conta da sequência de mortes brutais, onde as vítimas são sequestradas, arrastadas para as margens da lagoa, assassinadas e depois decapitadas ou esquartejadas. Até um helicóptero foi utilizado nas buscas aos corpos e aos assassinos.

O suspeito detido foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde deverá ser autuado em flagrante por crimes de homicídio (triplo) e ocultação de cadáver.

Com Informação Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários