JPMotos
Quatro policiais civis são afastados do cargo sob acusação de extorquir traficantes
8 de novembro de 2017 às 11:07

Quatro inspetores da Polícia Civil do Ceará estão sendo processados e, nesta terça-feira (7), foram afastados do cargo, tendo que entregar distintivos e armas. São acusados de praticar extorsão contra traficantes de drogas em uma delegacia da Capital. A investigação vinha sendo realizada em sigilo desde o ano passado através do Ministério Público Estadual (MP-CE) e a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário (CGD).

Os quatro inspetores, segundo as investigações, seqüestravam os traficantes e exigiam dinheiro para soltá-los. Chegaram ao ponto de conduzir os extorquidos á delegacia para pressioná-los a entregar a propina, sob ameaça de prendê-los.  A situação extrema, segundo o Ministério Público, não era do conhecimento dos delegados.

Os quatro inspetores foram identificados como José Rodrigues Alves neto, Marcelo Lima Vieira de Aguiar, Antônio Flaviano de Araújo e Paulo Sérgio Vieira Noronha. Os quatro vão ser processados judicialmente e, ao mesmo tempo, responder a sindicância na CGD, que poderá resultar na perda de cargo público. No âmbito da Justiça, os quatro inspetores já foram denunciados pelo MP e se tornaram réus em processo judicial.

Muito dinheiro

Ontem, a Justiça expediu mandados de busca e apreensão contra os acusados. Na casa de um dos policiais os agentes da Controladoria Geral de Disciplina apreenderam cerca de R$ 10 mil em espécie e vários relógios de alto preço, que seriam fruto das extorsões aos criminosos.

A investigações, batizada de “Operação Pacto da Paz”, foi instaurada ainda no ano passado pelo Grupo Especial de Combate às Ações do Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Ceará.  As autoridades descobriram as falcatruas que eram praticadas pelos policiais destacados no 30º DP (São Cristóvão) e obtiveram da Justiça a quebra do sigilo telefônico dos policiais.

Por Fernando Ribeiro

98 total views, 1 views today

ComentáriosComentários