JPMotos
Três homicídios num intervalo de quatro horas na noite deste sábado em Crato
23 de outubro de 2017 às 08:52

Num curto intervalo de quatro horas três homicídios foram registrados, sendo um na zona rural e outros dois no bairro Seminário na noite deste sábado em Crato. O primeiro, um caso de latrocínio por volta das 18h30min no Sítio Mata (Distrito de Ponta da Serra), onde esteve uma equipe da FTA encontrando já sem vida o agricultor Mariano Araújo da Hora Júnior, de 36 anos, ali residente. Segundo testemunhas, ele estava sentado na calçada de sua casa quando um casal chegou anunciando assalto.

A dupla estava armada e numa moto Honda Titan de cor vermelha e mandou as pessoas ficarem de costas com as mãos na cabeça. Todos foram revistados pelo casal que se irritou pelo fato de não possuírem nada de valor. Antes de deixarem o local, o homem efetuou um disparo atingindo Mariano na nuca causando sua morte imediata sem tempo para socorro médico.

Duas horas depois, morreu no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro o servente de pedreiro Marcos Aurélio de Souza, de 25 anos, o “Deda da Baixada”, que morava na Rua 18 de Novembro (Bairro Seminário) em Crato. Por volta das 17 horas houve um tiroteio em sua casa quando terminou alvejado com três tiros, sendo dois na cabeça e outro no braço, sendo socorrido por populares ao Hospital São Camilo juntamente com o adolescente de iniciais M. S. D. S., de 17 anos, atingido no pé.

Este último ficou internado enquanto Marcos foi transferido ao Hospital Regional do Cariri devido à gravidade dos ferimentos e ali morreu às 20h30min. No local do crime policiais militares tinham encontrado sete cartuchos deflagrados de projétil .40 e tomaram conhecimento que duas pessoas fugiram numa moto Honda Bros de cor vermelha após o tiroteio nas imediações da Praça dos Quatro Bancos. Não existem informações de passagens da vítima pela polícia.

Já às 22h30min igualmente perto da Praça dos Quatro Bancos na mesma área do Seminário Marcelo Serafim Pessoa, de 37 anos, residente na Rua 19 de Março, 70 daquele bairro, foi lesionado com vários tiros, sendo cinco na cabeça e um na mão. Uma ambulância do SAMU esteve no local, mas os profissionais de saúde apenas atestaram o óbito. No último dia 22 de maio, Marcelo estava em casa quando um homem ali chegou chamando-o, mas não saiu. O acusado atirou cinco vezes atingindo apenas a porta.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

87 total views, 2 views today

ComentáriosComentários