JPMotos
Um atentado à bala, quatro casos de agressões e duas ameaças nos últimos dias no Cariri
13 de setembro de 2017 às 09:26

Além de sete homicídios registrados de sexta-feira até ontem na região do Cariri, sendo seis em Juazeiro do Norte e um em Jardim, o plantão policial registrou, no mesmo período, um atentado à bala em Caririaçu, três casos de agressões em Juazeiro e outro em Várzea Alegre e ameaças nessas duas últimas cidades. Na noite de sexta-feira, por exemplo, uma pessoa foi abordada pelos irmãos Marcelo e Marcondes os quais a agrediram com socos, pontapés e pauladas em Várzea Alegre.

No mesmo horário, porém no Sítio Cachoeirinha em Juazeiro, Josimar de Lima Santos, de 27 anos, ali residente, foi preso após lesionar Maria Vieira, de 30 anos. Na noite de sábado, em Juazeiro, um garoto de programa, de 15 anos e iniciais H. R. S., praticou sexo nas imediações do Hospital Tasso Jereissati e correu com uma faca atrás do cliente, de 44 anos, que não quis lhe pagar. A correria foi parar em frente à Delegacia de Polícia Civil, onde os dois terminaram ouvidos pela autoridade policial.

Já na noite de domingo, no Sítio Popôs em Juazeiro, a jovem Francisca Gonçalves, de 20 anos, ali residente, informou à polícia que sua vizinha tinha lhe agredido quando a acusada Marlene Bezerra, de 40 anos, foi levada à delegacia. Às 21h35min deu entrada no Hospital de Caririaçu o jovem José Vieira A. Morais, de 19 anos, residente no Sitio Monte naquele município, lesionado com um tiro na coxa direita. O crime aconteceu num terreno baldio em frente ao hospital e a vítima terminou transferida ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro

Por volta das 19 horas desta segunda-feira, porém no bairro Riachinho em Várzea Alegre, a polícia prendeu Antônio Roberto Matias Teixeira, de 30 anos. Ele estava causando desordens com ameaças aos transeuntes, gritaria e xingamentos. O mesmo até desacatou os policiais quando a patrulha chegou ao local. No mesmo horário, mas no cruzamento das ruas São Jorge e Seminário (Franciscanos) em Juazeiro, Edson Silva Gomes, de 48 anos, agrediu com uma barra de ferro Mauro R. Silva, de 50 anos, o qual terminou socorrido pelo SAMU a UPA Limoeiro e o acusado preso.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

44 total views, 1 views today

ComentáriosComentários