JPMotos
Violência sem trégua no Ceará já deixou 11 crianças mortas em 2017
17 de julho de 2017 às 19:13

A violência armada que atinge de forma brutal a população cearense neste ano, deixando um rastro de mais de duas mil pessoas assassinadas em apenas seis meses, traz também outra cruel face da criminalidade: a morte de crianças. Pelo menos 11 foram mortas neste ano no estado. As vítimas tinham idades entre 10 meses e 11 anos.

O primeiro crime ocorreu no dia 29 de janeiro, quando o garoto Yarley Dourado Ferreira, de 11 anos (o mais velho nesta estatística), foi morto a tiros. O crime ocorreu na Rua Thomas Edison, em Parangaba, quando o garoto foi atingido por uma bala perdida.

No dia 19 de março, o garoto Pedro Henrique Lima dos Santos, de apenas 7 anos de idade, foi assassinado a golpes de faca na cidade de Uruburetama (a 109Km de Fortaleza). Um adolescente de 17 anos, foi o autor do crime. Ele invadiu a casa da mãe de Pedro Henrique, supostamente, sob efeito de drogas esfaqueou a mulher e  suas três crianças. Pedro sofreu um golpe no pescoço e morreu no hospital. A mãe e os dois filhos sobreviveram.

Na manhã de 7 de março, o corpo da menina Débora Lohany de Oliveira, de apenas 4 anos de idade, foi encontrado em meio a um lixão nas margens da Via Expressa, no bairro Cocó, em Fortaleza. A  criança havia sido raptada uma semana antes, na porta da casa dos pais, na Aerolândia.  Um homem foi preso um dia depois, e confessou ter morto a menina a pedradas. Exames periciais comprovaram que a menina sofreu violência sexual.

No dia 1º de abril, uma criança de apenas 10 anos de idade foi assassinada, a tiros na cidade de Quixadá, no Sertão Central do Ceará. Era o menino Matheus Silva dos Santos.

O pequeno Vitor Gabriel Silva da Costa, que tinha somente 2 anos de vida, foi morto em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no dia 2 de abril.

No dia 29 de abril, a pequena Thayla Rodrigues Maciel Paz, 8 anos de idade, foi morta, a tiros, na Rua Rio Tocantins, no bairro Jardim Iracema.

No dia seguinte, 30, o corpo de uma criança do sexo feminino, aproximadamente 3 anos, foi encontrado em meio a um lixão, em um matagal no Loteamento Alto das Flores, no bairro Picão, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).  A vítima até hoje não foi identificada.

Um bebê de apenas 10 meses de vida foi assassinado por meio de espancamento no dia 26 de maio. O autor do crime acabou preso em flagrante. O fato aconteceu na cidade de Lavras da Mangabeira (a 434Km de Fortaleza). O acusado revelou na Polícia ter praticado o infanticídio após discutir com a mãe da criança.

Na noite de 12 de junho último, uma criança de 3 anos de idade foi morta à tiros, durante uma chacina ocorrida no bairro Diadema I, na cidade de Horizonte, na RMF. No local, acontecia uma festa de aniversário, quando bandidos chegaram de carro e praticaram uma chacina. Além do pequeno Gabriel de Sousa Moura, a mãe dele e mais três pessoas (uma mulher e dois homens) também foram assassinados. Todos receberam tiros à queima-roupa.

Por último, na manhã de domingo passado (16), os irmãos Iracione Almeida Cardoso, 8 anos; e Francisco  da Silva Almeida Cardoso, 10 anos; foram esfaqueados e mortos no Sítio Inharim, na cidade de Viçosa do Ceará (348Km de Fortaleza). Três suspeitos estão detidos.

Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

261 total views, 1 views today

ComentáriosComentários