JPMotos
Cassação de Daniele Machado tramita no TRE e Santana do Cariri poderá ter novas eleições
13 de abril de 2018 às 11:24
123
Visualizações

O destino político da prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado (PDT), deverá ter um desfecho na próxima terça-feira, 17. Foi Iniciado no último dia 10, segunda-feira, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o julgamento em segunda instância que decidirá sobre a cassação da gestora, já estabelecida em primeiro grau.

Caso seja confirmada a cassação, a chapa de Danieli perde o mandato e quem assume a prefeitura é o Presidente da Câmara Gildo Lopes, sem partido, até que o TRE convoque novas eleições. Gildo é oposição à atual administração.

A coligação opositora apresentou à Justiça Eleitoral documentação que comprovaria transgressões eleitorais, abuso de poder político e econômico por parte da prefeita de Santana do Cariri para se eleger.

JULGAMENTO

Após ter dois votos à favor da perda de mandato, sendo um deles do relator Juiz Eduardo Scorsafava e do desembargador Inácio Cortez, a matéria teve pedido de vista do juiz Cássio Felipe Góes, que deverá retornar à pauta na próxima semana.

Com dois votos contra a prefeita, Danieli poderá perder o comando do Executivo em Santana do Cariri se receber mais duas indicações contrárias. Da turma do TRE que analisa o processo, ainda faltam votar o advogado Tiago Asfor, o juiz estadual Roberto Viana e o juiz federal Alcides Saldanha.

EM TEMPO

O Ministério Público Eleitoral, por meio do procurador regional eleitoral Anastácio Nóbrega, já havia dado parecer desfavorável à Daniele em 13 de março deste ano.

Procurada, Danieli Machado não se pronunciou.

Com Parceria Site Miséria.com.br
Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria

ComentáriosComentários