JPMotos
Mandato suspenso: Vereador de Iguatu é acusado de receber Bolsa Família e joga copo em colega
17 de novembro de 2017 às 16:13

O vereador Louro da Barra (PMDB), do município de Iguatu, teve o exercício de seu mandato suspenso por 30 dias após decreto do presidente da Câmara, Mario Rodrigues (PDT). A motivação da suspensão foi a quebra de decoro parlamentar do peemedebista na sessão da última terça-feira (14).

O parlamentar suspenso se envolveu em um bate-boca com o Joaquim Pezão, vereador pelo PDT. Os dois trocaram acusações mútuas entre os parlamentares o que provocou suspensão dos trabalhos.

Durante a sessão, Pezão disse que tinham vereadores de Iguatu que recebiam o benefício do governo federal, mas ele não citou nome. Já na sua fala, Louro da Barra, disse que não recebia do Programa Bolsa Família e tinha apenas cadastro e taxou o seu par de ficha suja.

Logo após eles começaram a discutir e tecer palavras de baixo calão um contra o outro. A discussão foi tomando maiores proporções e eles partiram para agressão física e marcaram de se encontrar fora da Câmara.

Trecho do Decreto Legislativo nº 51/2017 em que suspende o vereador Louro da Barra do exercício de seu mandato por 30 dias (Foto: Reprodução)

Louro da Barra arremessou um copo contra outros parlamentares. O copo atingiu a bancada e acabou ferindo, sem gravidade, um dos vereadores. Ele não precisou de atendimento. A TV Miséria disponibiliza trecho da fala do vereador Louro da Barra e momento em que ele joga copo nos colegas.

Assista ao vídeo

Por João Boaventura Neto
Com Parceria Miséria.com.br

113 total views, 2 views today

ComentáriosComentários