JPMotos
VÍDEO: ‘Peçam a Deus para eu não ser candidato, porque se eu for é pra ganhar’ diz Lula na Paraíba
20 de março de 2017 às 08:48

Em um ato público organizado como resposta à inauguração das obras de transposição do Rio São Francisco pelo presidente Michel Temer (PMDB), os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT) fizeram neste domingo (19), duras críticas ao governo atual. O evento foi realizado na cidade de Monteiro, no Cariri Paraibano, Lula negou que já esteva em campanha para 2018.

Lula disse em seu discurso que é vítima de perseguição política e judicial e garantiu que, caso entre na disputa para presidente, irá percorrer o país “de cabeça erguida”.

“Eu sou um homem que não tem ressentimento. Quando a gente chega aos 70 anos não temos mais como guardar ódio. Eu quero dizer para todo mundo que aprendi a andar de cabeça em pé neste país. Eu nem sei se estarei vivo para ser candidato em 2018, e sei que eles querem que eu não seja candidato. Eles peçam a Deus para eu não ser candidato, porque se eu for é para ganhar e trazer de volta à alegria deste país”, disse o ex-presidente.

Multidão no evento de Lula em Monteiro (Foto: Redes Sociais)

O evento em Monteiro foi batizado como “inauguração popular” da transposição do Rio São Francisco do eixo Leste. Estiveram presentes o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), além do presidente da Assembleia, Gervásio Maia e de diversos parlamentares petistas.

Lula e Dilma durante evento das águas na cidade de Monteiro (Foto: Redes Sociais)

DILMA
Já no discurso da ex-presidente Dilma, ela acusou Michel Temer de mentir sobre a paternidade das obras na região.

“Esse pais assistiu a mais uma mentira recentemente. Veja a cara de pau de dizer que uma obra de transposição como esta poderia ser resolvida em seis meses. A cara de pau é a mesma da mentira do meu impeachment. Essa é uma obra que estava praticamente concluída quando eu deixei do governo. Estamos vivendo um momento muito difícil no nosso pais. O golpe não acabou ainda. Quem nunca levantou um dedo pela transposição agora vem se vangloriar pelo que não fez”, disse a ex-presidenta.

PROCESSOS
Lula é réu em cinco processos e correr o risco de ficar inelegível em 2018 caso seja condenado em segunda instância. Ele também foi citado nas delações da Odebrecht, mas o conteúdo ainda não foi divulgado.

 

 

Em um ato público organizado como resposta à inauguração das obras de transposição do Rio São Francisco pelo presidente Michel Temer (PMDB), os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT) fizeram neste domingo (19), duras críticas ao governo atual. O evento foi realizado na cidade de Monteiro, no Cariri Paraibano, Lula negou que já esteva em campanha para 2018.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações de O Globo

195 total views, 1 views today

ComentáriosComentários