JPMotos
Beira a imoralidade a apropriação do rádio e da TV pelas igrejas
18 de outubro de 2016 às 13:26

o-lider-da-igreja-internacional-da-graca-de-deus-rr-soares-durante-culto-em-2004-1431975376979_956x500

Se lutar pela preservação do campo de trabalho de radialistas e jornalistas ou se colocar contra essa venda tresloucada de horários em emissoras de rádio e televisão para igrejas de todos os tipos, se tudo isso for considerado perseguição ou intolerância religiosa como alguns oportunamente tentam colocar, sem problema nenhum, esta coluna assume com muita honra a sua parte. Veste a carapuça com a maior dignidade.

Pelo tamanho do dinheiro envolvido, entende-se o interesse dos seus porta-vozes em tentar fazer calar as vozes contrárias a essa imoralidade, que tem reduzido a pó a maioria das emissoras de rádio. E que está levando a televisão seguir pelo mesmo caminho.

Se nas grandes cidades já temos uma situação pavorosa, mais alarmante ainda é o que acontece em menores centros. Em São Paulo, para se ter uma ideia, tem FM  pregando em castelhano.

Tudo sob as vistas generosas e interesseiras das autoridades, ditas responsáveis, mas que morrem de medo de meter a mão nesse vespeiro.

Fonte: UOL

166 total views, 1 views today

ComentáriosComentários