JPMotos
Sete atentados à faca, bala e pauladas em Juazeiro e Crato além de quatro homicídios
3 de julho de 2017 às 19:32

O plantão policial das últimas horas na região do Cariri registrou sete atentados, sendo cinco a golpes de faca e um à bala em Juazeiro e outro a pauladas em Crato, além de crimes de violências doméstica em Tarrafas e Várzea Alegre. No balanço do final de semana, houve três homicídios à bala. No sábado, Alderi Martins de Lima, de 40, em Aurora e, no domingo, Henrique Guedes da Silva, de 24, Andrew José Lima da Silva, de 20 anos, e mais um corpo carbonizado encontrado em Juazeiro.

No início da noite deste domingo, no bairro Frei Damião em Juazeiro, a polícia prendeu José Carlos dos Santos Silva, de 23 anos, ali residente, e já responde por crime de lesão corporal e contravenção. Ele estava com uma faca e tinha acabado de lesionar um jovem de 22 anos e mais duas mulheres de 18 e 33 anos, que moram no baIrro e foram socorrida ao hospital. Cerca de uma hora depois, na Rua Francisco Antonio Mourão da Vila Nova (Aeroporto), o menor de iniciais J. B. S., de 15 anos, fugiu após lesionar com uma facada seu irmão de 17 anos que tem as mesmas iniciais.

Já no início da tarde em Várzea Alegre, a polícia prendeu Cícero M da Silva após oeste agredir a sua própria mãe. Outro caso de violência doméstica aconteceu na Rua Luiz Pereira Leite, 21 (Casas Populares) em Tarrafas, onde o agricultor Francisco Lopes da Silva, de 45 anos, agrediu seus filhos com um deles menor de idade. A polícia foi lá junto com membros do Conselho Tutelar e o acusado foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Assaré.

Dias antes, na Rua Vicente Barbosa de Melo (Frei Damião) em Juazeiro, houve uma briga generalizada e quando e a PM já encontrou o menor de iniciais J. H. A. L. A., de 15 anos, sendo atendido pelo SAMU após ser alvejado a facadas no pescoço e braço esquerdo. A polícia soube que o acusado foi o seu vizinho que fugiu, mas terminou preso no caso Henrique Guedes da Silva, de 24 anos, que já respondia por outras lesões corporais, receptação e roubos. Ele era apelidado por “Dodô e foi assassinado na madrugada deste domingo.

No bairro Jardim Gonzaga Reginaldo S. Nascimento, de 36 anos, que é apelidado por “Abelha”, foi lesionado com um tiro na perna direita e socorrido ao Hospital Regional do Cariri. Ele já tinha sido preso por furto em 2009 e estava na Rua Moacir Gondim Lóssio (Frei Damião) quando foi atingido sem saber por quem. Já na madrugada de sexta-feira, na Rua Antônio Esmeraldo (Bairro Vila Lobo) em Crato, o agricultor José Valmir, de 49 anos, foi agredido a pauladas por sua companheira “Maria” e o sobrinho “Carlos” que fugiram.

Por Demontier Tenório
Com Parceri Site Miséria.com.br

170 total views, 3 views today

ComentáriosComentários