JPMotos
Samsung vai parar de vender Galaxy Note 7 definitivamente
11 de outubro de 2016 às 11:35

20161011084027_6418_capa

A Samsung Electronics vai encerrar a produção do Galaxy Note 7, isto é, acabará definitivamente com a fabricação e venda do seu smartphone. Nas últimas semanas, várias unidades do modelo pegaram fogo de maneira espontânea por conta de um problema da bateria.

A informação veio da agência Efe, que ouviu nesta terça-feira (11) um porta-voz da empresa sul-coreana. “A Samsung finalizou sua produção do Galaxy Note 7. Entende-se que, definitivamente”, explicou.

Em seu site de anúncios à imprensa, a Samsung já havia emitido uma nota oficial em que confirmava a informação anterior de que os aparelhos teriam sua fabricação e venda interrompidas.

“Estamos trabalhando com órgãos reguladores relevantes para investigar os casos relatados recentemente envolvendo o Galaxy Note 7. Como a segurança dos consumidores continua a ser a nossa principal prioridade, a Samsung vai pedir às operadoras e parceiros comerciais em todo o mundo para parar de vender e trocar o Galaxy Note 7 enquanto a investigação estiver ocorrendo”, dizia o texto.

No entanto, até ontem a empresa falava que estava apenas “ajustando temporariamente” o cronograma de produção do Galaxy Note 7, a fim de “tomar medidas adicionais para garantir as questões de qualidade e segurança”.

A Samsung também voltou a recomendar que os usuários que tenham um Galaxy Note7 –mesmo aqueles que já tenham sido substituídos– o mantenham desligados e fora de uso. As agências de aviação –incluindo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil)– mantêm os alertas em voos domésticos ou internacionais sobre a proibição do uso do smartphone dentro das aeronaves.

“Estamos comprometidos em trabalhar junto com as autoridades reguladoras para tomar todas as medidas necessárias para resolver a situação”, disse a empresa.

O produto nunca chegou a ser vendido no Brasil. Ainda assim, caso algum consumidor tenha adquirido o Galaxy Note 7 fabricado fora do país, ele pode entrar em contato com o atendimento ao consumidor pelo telefone: 4004-0000 (capitais) e 0800-124-421 (demais cidades).

Fonte: UOL

124 total views, 2 views today

ComentáriosComentários